in

Youtuber famosa causa fúria na web ao devolver filho adotado: ‘como se fosse um pet’

Os seguidores acusaram a famosa de ter usado a criança para conseguir vantagens.

Divulgação/Bebemamãe
Publicidade

Uma famosa youtuber está gerando a maior polêmica nas redes sócias. A influenciadora Myka Stauffer e o marido, James de Columbus, Ohio, nos Estados Unidos, devolveram o filho aproximadamente três anos após terem feito a adoção. O casal adotou o menino em 2017. O pequeno Huxley está com quatro anos, atualmente.

Myka e James documentaram todo processo de adoção do menino através do canal no youtuber. Na época, a criança tinha cerca de dois anos. O canal The Stauffers, que pertence ao casal, tem 332 mil inscritos. Já o de Myka Stauffer tem mais de 700 mil inscritos. Os famosos têm outros quatro filhos biológicos.

No total, Mika e o marido fizeram 27 vídeos mostrando a jornada de adoção do garotinho, fato que fez com que o canal crescesse bastante.  A youtuber chegou a dobrar o número de inscrições. O vídeo que mostrou a adoção de Huxley teve mais de 5 milhões de visualizações. Durante o processo de adoção a influencer pedia que os seguidores assistissem vídeos específicos, pois a renda seria convertida para adoção da criança.

Publicidade

O menino é chinês e tem diversos problemas de saúde que eram de conhecimento do casal. Apesar disso, eles continuaram com o processo para se tornar pais do pequeno. A influencer alegou que os problemas de saúde da criança eram maiores do que imaginavam. O fato gerou revolta nos internautas que ficaram indignados com a situação.

Publicidade
Publicidade

Fãs se revoltam

“Eles trouxeram este menininho da China, fizeram eles começaram tudo de novo e agora o abandonaram. 80% dos seguidores deles vieram por causa da história da adoção”, disse uma seguidora. Já outra internauta falou: “Imagine adotar uma criança com necessidades especiais da China, chamar ele de Huxley (que nome é esse?), explorar ele em troca de dinheiro de patrocinadores e de monetizar mais os vídeos, e então dar ele para outra família, como se ele fosse um pet e não um ser humano!”.

A verdade é que muitos usuários da rede estão acusando a influenciadora e o marido de terem usado a adoção para se promover e ganhar inscritos no canal e seguidores nas redes sociais. O pequeno foi diagnosticado com autismo nível três e também sofreu um derrame ainda enquanto estava na barriga da mãe.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade