in

Juninho Capixaba desperta interesse em clube europeu e pode render R$ 25 milhões ao Grêmio

Lateral-esquerdo de 22 anos estaria na mira do Porto, de Portugal, e Imortal tem 60% dos direitos econômicos.

Divulgação Grêmio
Publicidade

O lateral-esquerdo Juninho Capixaba foi contratado pelo Grêmio no começo de 2019 para fazer sombra ao titular Bruno Cortez. Durante a temporada, o jogador não mostrou a que veio e foi incluído na lista de dispensa feita pelo treinador Renato Portaluppi no começo deste ano.

Sem espaço no Tricolor, Juninho foi negociado com o Bahia. No Tricolor baiano, o jogador se destacou, ganhou posição e vinha muito bem antes da paralisação do futebol devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. As competições estão suspensas no Brasil desde o mês de março.

Com o bom futebol no Bahia, Juninho Capixaba despertou interesse no Porto, de Portugal, de acordo com informações divulgadas pelo jornal A Bola. O clube português estaria disposto a pagar 7 milhões de euros (R$ 41 milhões na cotação atual) para contratar o lateral.

Publicidade

Juninho Capixaba tem 22 anos e 60% de seus direitos econômicos pertencem ao Grêmio. Em caso de venda por R$ 41 milhões, o Tricolor faturaria cerca de R$ 24,6 milhões. Seria um valor excelente em meio a pandemia. Os clubes brasileiros têm contabilizado prejuízo e o Imortal é um deles. 

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao site Bolavip, Juninho Capixaba despistou sobre o futuro. “Trabalho com bons empresários, que têm minha total confiança. O que peço sempre para eles é que resolvam esse tipo de questão. É óbvio que jogar na Europa é algo que qualquer jogador pensa, pois estar lá é estar entre os melhores do mundo, mas isso é algo com qual prefiro não ocupar minha cabeça”, pontuou o camisa 29 do Bahia.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br