in

Mel Maia completa 16 anos e será emancipada pelos pais

De acordo com a mãe da atriz, o ato permitirá uma redução de burocracias na vida profissional da jovem.

Instagram/Mel Maia
Publicidade

A atriz Mel Maia completou 16 anos recentemente, e já tem planos para a sua vida daqui em diante. A ideia da própria artista e de seus familiares é pela emancipação. Em entrevista ao jornal Extra, a mãe, Débora, disse concordar com a decisão, sobretudo por favorecer os trabalhos da filha, tornando muitas coisas menos burocráticas.

Na prática, Débora garante que poucas coisas irão mudar na filha de Mel Maia. Ela ganhará algumas facilidades em sua vida civil, podendo tomar uma série de decisões sem que sejam necessárias as representações de seus respectivos pais.

Em conversa com alguns produtores, os pais foram influenciados a permitir a emancipação, a qual a mãe acredita ser benéfica para o futuro da filha em sua carreira artística. “Decidimos que vai continuar tudo normal. A Mel é uma mistura de adolescente amadurecida e menina. Ela sempre toma decisões junto com a gente. O que ela diz é que assim será para vida inteira”, contou a mãe de Mel Maia em um dos trechos da entrevista para o jornal Extra.

Publicidade

Com a emancipação, a atriz estará permitida, por exemplo, a assinar contratos, viajar sem nenhum responsável para o exterior, abrir sua própria empresa, comprar e vender propriedades, e até mesmo morar sozinha ou se casar, sem que seja necessária a representação de seus pais.

Publicidade
Publicidade

Vale lembrar que a emancipação de Mel Maia não lhe dará total autonomia. Algumas atividades restritas para maiores de 18 anos continuam bloqueadas, como por exemplo, o consumo de bebidas alcoólicas, a presença em boates e a habilitação para dirigir automóveis.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.