Globo ironiza apoiadores de Bolsonaro: ‘gado não quer saber de confinamento’

Leia também

Globo ironiza apoiadores de Bolsonaro: ‘gado não quer saber de confinamento’

'Estagiário' usou o Twitter para ironizar os eleitores do presidente da República.

Bolsonaro perde um de seus apoiadores mais famosos, após vídeo da reunião ministerial

Senador criticou presidente e teor da reunião nas redes sociais e causou polêmica.

Silas Malafaia defende Bolsonaro e expõe Globo sem dó: ‘mostra todo lixo moral’

Pastor é um dos apoiadores mais contundentes do presidente Jair Bolsonaro.

Felipe Neto detona ministro de Bolsonaro, mas paga terrível preço

Felipe Neto é processado após dizer que ministro de Bolsonaro não sabe escrever.
Diogo Marcondes
Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.
Publicidade

Os apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) são maldosamente chamados de “gado”. O termo pejorativo passou a ser utilizado com a intenção de dizer que os apoiadores seguem Bolsonaro cegamente, sem nenhum senso crítico, como um gado.

Nesta sexta-feira (22), o perfil do programa Globo Rural, no Twitter, ironizou os apoiadores de Bolsonaro em um post sobre confinamento de gados no Mato Grosso. “O gado não quer saber de confinamento”, escreveu na legenda o perfil do programa exibido aos domingos.

Publicidade
Publicidade

Muita gente entendeu a ironia e milhares de comentários foram realizados. “O melhor do tweeter! Valeu toda minha infância assistindo Globo Rural”, escreveu um internauta. “A ousadia do estagiário”, comentou mais um. “A gente sabe, tão protestando todo dia em Brasília”, afirmou outro. “Bolsominios são contra o isolamento mesmo”, postou outro. Muitos outros elogiaram a chamada do perfil oficial do Globo Rural.

Publicidade

Também houve apoiadores de Bolsonaro que se manifestaram. “A manchete mostra claramente que o Globo Rural e todos os puxadinhos da Rede Globo rasgaram a fantasia de uma vez. Agora, nada de jornalismo! Só panfletagem. E o que era ruim tornou-se intragável. Caminho sem volta”, criticou o bolsonarista.

A postagem irônica do Globo Rural falava sobre o confinamento de gados no estado do Mato Grosso. Em 2019, 824.225 cabeças foram confinadas. Neste ano, o número seria quase 30% menor, chegando a 577.550 animais. Os dados foram divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A causa da queda é a pandemia do novo coronavírus.