in

Vídeo mostra o momento em que Datena rompe em definitivo com Jair Bolsonaro

O apresentador do Brasil Urgente ficou irritado com declarações do presidente durante a reunião ministerial de 22 de abril.

Brasil Urgente/Band | Reprodução
Publicidade

Após a liberação das imagens da reunião ministerial ocorrida no último dia 22 de abril, o Brasil Urgente, transmitido por José Luiz Datena na TV Bandeirantes, foi o primeiro programa da emissora paulista a noticiar os desdobramentos do conteúdo contido no material. Para a surpresa do jornalista, a empresa do clã Saad foi citada pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Usando de seu espaço, Datena não escondeu a irritação diante do que disse o diretor do banco estatal. Na ocasião, Pedro Guimarães afirmou que a Band teria ido ao encontro da Caixa pedindo dinheiro.

José Luiz Datena ficou inconformado, e exigiu que Pedro Guimarães indicasse quem foi o funcionário da Band que foi até a Caixa para pedir dinheiro. Disse ainda que esta pessoa seria demitida, e insinuou que o presidente da Caixa poderia estar cometendo o crime de peculato.

Publicidade

O que também deixou o âncora do Brasil Urgente profundamente entristecido foram as declarações disparadas por Jair Bolsonaro contra grande parte da imprensa brasileira. Datena não titubeou e afirmou publicamente para os seus telespectadores que desta sexta-feira (22) em diante jamais voltaria a entrevistas o presidente da República.

Publicidade

“Depois de uma atitude dessa eu gostaria que o presidente da República desse entrevista para quem ele quisesse. Com todo respeito que eu tenho a ele e ao cargo dele, eu me permito nunca mais fazer uma entrevista com ele”, foram as palavras usadas por José Luiz Datena. Em polêmicos trechos do encontro ministerial, Jair Bolsonaro chega a usar palavrões ao se referir a imprensa.

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.