Globo ignora Regina Duarte, após ela se atrelar a Bolsonaro

Leia também

Leo Dias afirma que Anitta não respeita pandemia e envolve até Silvio Santos no barraco

O jornalista fez uma série de revelações a respeito da cantora nas redes sociais nesta segunda-feira (25).

Zagueiro destaque abre o jogo sobre negociação com o Grêmio

Defensor poderia ser opção para Renato Portaluppi no Grêmio; ele foi procurado no ano passado.

Duda Nagle abre o jogo sobre relação com Sabrina Sato: ‘companheira e melhor amiga’

Duda Nagle se declarou para Sabrina Sato no Instagram, nesta segunda-feira.

Resumo Totalmente Demais (26/05): Fabinho joga Jonatas na prisão, mas Jamaica o delata

Jamaica toma atitude, após ver Jonatas ser preso por causa da armação de Fabinho.
Fernando B
As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.
Publicidade

Regina Duarte, desde março, deixou a TV Globo. Ela decidiu fazer política e chegou a virar Secretária de Cultura do governo de Jair Bolsonaro. No cargo, Regina Duarte foi muito criticada e agora está na Cinemateca, no estado de São Paulo. O substituto da eterna “namoradinha do Brasil” ainda não foi escolhido, mas acredita-se que um dos nomes cotados para o cargo seja o ator e apresentador Mário Frias. 

Antes de estar no governo de Jair Bolsonaro, Regina Duarte trabalhou por mais de 50 anos na Rede Globo de Televisão. A emissora está com uma chamada especial, na qual veicula que o Globoplay, a cada duas semanas, exibirá uma nova novela no streaming. Elas ficarão lá, segundo o canal, por toda a eternidade. A próxima da lista é A Favorita, que é até cotada para substituir Fina Estampa no horário nobre da Globo.

Publicidade
Publicidade

O problema é que na chamada foram exibidas várias novelas que Regina Duarte fez parte. No entanto, mesmo sendo a protagonista de várias dessas histórias, a atriz, simplesmente, acabou sendo ignorada. 

Publicidade

Tramas como: Roque Santeiro (1985), Vale Tudo (1988), Rainha da Sucata (1990), História de Amor (1995) e numa participação em Guerra dos Sexos (1983) tiveram atitudes polêmicas com Regina Duarte. Como mostra uma matéria do site RD1 Audiência, apenas a mão da atriz e as costas dela foram mostradas. 

Publicidade

Viúva Porcina, protagonista icônica de Roque Santeiro, por exemplo, apareceu dando a mão para Lima Duarte. O rosto da atriz foi ignorado. Especula-se que foi uma sanção da Globo à atriz, que decidiu se meter em política.