Gottino pede aos pais que tirem as crianças da sala antes de exibir palavrões de Bolsonaro

Leia também

Repórter do Fantástico se afasta da Globo para atuar como médica contra o coronavírus

A apresentadora é formada em medicina há 13 anos, e sempre atuou em plantões de hospitais juntamente com a carreira na televisão.

Gottino pede aos pais que tirem as crianças da sala antes de exibir palavrões de Bolsonaro

Reinaldo Gottino e Daniela Lima ironizaram a quantidade de palavrões disparados por Jair Bolsonaro durante o encontro ministerial.

Carolina Dieckmann faz rara aparição com seu marido e os dois homens de sua vida

Atriz Carolina Dieckmann faz publicação rara junto de marido e filho de outro casamento.

Morre participante de reality show aos 22 anos; ela lamentou antes: ‘Sou fraca me perdoem’

Fãs e amigos se despediram da estrela da luta livre e de um reality da Netflix.
Henrique
Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.
Publicidade

Os apresentadores Reinaldo Gottino e Daniela Lima, da CNN Brasil, ficaram surpresos com a quantidade de palavrões pronunciados durante a reunião ministerial com Jair Bolsonaro (sem partido) do último dia 22 de abril. As imagens tiveram a divulgação autorizada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello, após o encontro ser citado por Sérgio Moro em acusações de tentativa por parte do presidente da República em interferir no trabalho da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

No material, é possível observar Jair Bolsonaro muito irritado. O presidente usa palavras de baixo calão para se referir aos governadores João Dória (PSDB), de São Paulo, e Wilson Witzel (PSL) do Rio de Janeiro, xingando-os com nomes pesados.

Publicidade
Publicidade

“Existem algumas palavras impróprias, o próprio presidente já tinha destacado isso, a gente já pôde perceber”, alertou Reinaldo Gottino. Daniela Lima chegou a pronunciar alguns dos palavrões ao abordar a pauta relativa ao encontro ministerial.

Publicidade

Na sequência, em outro trecho de sua fala, Gottina faz um alerta, em tom irônico, pedindo para que os pais retirem as crianças da sala, tendo em vista a sequência de palavrões que viriam a seguir com a exibição dos trechos do encontro. “Tirem as crianças da sala, né?”.

Publicidade

Celso de Mello considerou adequada a liberação da exposição dos vídeos da reunião ministerial por considerar as imagens de “relevância nacional”. Tanto Jair Bolsonaro quanto Sérgio Moro usaram o mesmo encontro para sustentar suas respectivas teses. Por parte do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, houve o apontamento de interferências na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro para livrar amigos e familiares de investigações em curso.