Globo interrompe programação e Renata Vasconcelos lança a bomba contra Bolsonaro

Leia também

Globo interrompe programação e Renata Vasconcelos lança a bomba contra Bolsonaro

Emissora informou, nesta tarde, uma nova bomba contra o presidente da República.

A pizza enrolada é a nova moda culinária e qualquer um consegue preparar; é muito fácil

Um dos pratos favoritos de muita gente é a tradicional pizza com uma deliciosa massa e sabores incríveis! Mas que tal inovar?

Essa torta alemã não é enjoativa e vai simplesmente deixar o seu dia muito mais doce

Guloseimas sempre são bem vindas pra adoçar nosso dia, principalmente quando não são enjoativas.

Heleno envia nota em defesa de Bolsonaro que ameaçaria STF; vídeo de reunião ministerial é divulgado

Heleno faz nota à Nação Brasileira que é apontada como ameaça ao Supremo Tribunal Federal.
Diogo Marcondes
Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.
Publicidade

A Globo interrompeu a programação na tarde desta sexta-feira (22) com a tradicional vinheta de plantão, durante intervalo da novela Êta Mundo Bom, para anunciar uma nova bomba contra o presidente Jair Bolsonaro. A jornalista Renata Vasconcelos, apresentadora do Jornal Nacional, divulgou a notícia.

A informação transmitida pela Globo foi a de que o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a divulgação do vídeo de reunião ministerial que serviria como prova de suposta interferência de Bolsonaro na Polícia Federal.

Publicidade
Publicidade

A reunião ocorreu em abril e contou com a participação de todos os minitros do governo. Entre eles, estava Sergio Moro, que dias depois deixou o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Segundo Moro, a reunião comprovaria a vontade de Bolsonaro de interferir no trabalho da PF para poupar a família. O presidente nega as acusações.

Publicidade

Celso de Mello é o responsável no STF pelo inquérito que investiga suposta tentativa de interferências do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Polícia Federal (PF).
Na condição de ministro responsável pelo inquérito no STF, Celso de Mello autorizou a divulgação. Somente dois trechos do vídeo serão cortados da divugalção. Em um trecho, é comentado algo sobre a China. Em outro, há informações sigilosas sobre o Paraguai. 

Em live no Facebook, na noite de quinta-feira, Bolsonaro pediu que não fosse divulgado alguns trechos. O presidente parecia prever que a divulgação ser autorizada. Nas redes sociais, muitos internautas comentaram sobre o plantão da Globo. A vinheta é tradicional e muita gente se assusta.