Heleno envia nota em defesa de Bolsonaro que ameaçaria STF; vídeo de reunião ministerial é divulgado

Leia também

Heleno envia nota em defesa de Bolsonaro que ameaçaria STF; vídeo de reunião ministerial é divulgado

Heleno faz nota à Nação Brasileira que é apontada como ameaça ao Supremo Tribunal Federal.

Esse bolo de chocolate é conhecido por ser conquistador de crianças e adultos

O bolo de chocolate é o preferido da turma que faz parte do grupo dos doces. Quer um bolo fofo de chocolate? É pra já!

Você não precisa esperar a chegada do Natal para comer um Chester assado delicioso

O Chester é um tipo de ave com peito grande, coxas robustas, pouca gordura e muita proteína.

Após Valdemiro, R.R. Soares entra na mira do MPF por suposta cura de coronavírus

Mais um pastor é investigado por apresentar suposta cura para o novo coronavírus.
Monique Rossini
Formada em pedagogia em 2011, comecei a atuar como redatora há 4 anos. Hoje, como gestora empresarial de uma multiplataforma de jornalismo independente, produzo conteúdo sobre o que sou fã. Séries, músicas e tudo que envolve o mundo pop estão entre os assuntos recorrentes. Além de gerir uma plataforma, minha atividade principal é escrever utilizando as técnicas de SEO.
Publicidade

O ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, fez uma publicação no seu perfil oficial no Twitter de uma nota em que repudia qualquer ação que envolva apreensão do celular do presidente Bolsoanaro. 

Em nota, Heleno chama de “inconcebível” e “inacreditável” o pedido de apreensão do aparelho particular de Bolsonaro. No fim do texto, o ministro tem uma fala que foi apontada como uma ameaça velada ao STF (Supremo Tribunal Federal) caso o pedido seja aprovado. “Consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”, escreveu Heleno que faz parte da ala militar do governo.

Publicidade
Publicidade

A nota foi divulgada à Nação Brasileira nesta sexta-feira (22), dia em que o Brasil soube que Celso de Mello autorizou a divulgação do vídeo ministerial da reunião com Sérgio Moro, que comprovaria que Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal. 

Publicidade

Eduardo Bolsonaro endossa a nota e compartilhou o tuíte. E vários ministros chancelaram o texto feito por Heleno.

Confira alguns dos tuítes sobre o assunto quem tem mais de três hashtags entre os assuntos mais comentados do momento no Brasil.

“General Heleno, oficial de gabinete de Sylvio Frota, que tentou derrubar Geisel em 1977 e impor uma ditadura ao estilo argentino,agora ameaça o STF”, escreveu Marco Antônio Villa.

“Se isso for uma ameaça à ordem democrática, o senhor vai responder criminalmente. Se não for, o senhor precisa vir à público se esclarecer. Queremos saber o que essa frase significa”, escreveu a Gleisi Hoffmann.