Moro dá entrevista bombástica sobre Bolsonaro e joga tudo no ventilador; sem qualquer piedade

Leia também

Moro dá entrevista bombástica sobre Bolsonaro e joga tudo no ventilador; sem qualquer piedade

O ex-ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) concedeu entrevista à revista americana Time e surpreendeu.

Coronavírus: casamentos pela internet já é realidade no Brasil e até a festa é virtual

Vários cartórios já começaram a realizar casamentos pela internet e se torna uma saída para muitos casais.

Coronavírus: Brasil tem mais de 20 mil mortes, supera 300 mil casos e clima é de medo

A Covid-19 segue fazendo vítimas por todo o país e os hospitais travam uma batalha contra a doença.

Em tempo de pandemia, estes são os perigos de andar descalço em casa

Alguns cuidados são necessários, pois apesar de parecer inofensivo pode trazer problemas.
Fernando B
As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.
Publicidade

O ex-Ministro Sérgio Moro surpreendeu a todos ao falar sobre o governo Bolsonaro em uma entrevista reveladora à revista Time, uma das mais importantes do planeta. “Eu não entrei no governo para servir a um mestre. Eu entrei para servir ao país, à lei”, disse Sérgio Moro, explicando os motivos que o levaram a deixar o governo do presidente Bolsonaro. 

Sérgio Moro dá detalhes sobre demissão do governo Bolsonaro e surpreende a todos

Em outro momento, Sérgio Moro explicou que outra coisa que o incomodou bastante foi a condução do político em torno da pandemia de coronavírus. Para o ex-juiz federal da Lava Jato, responsável por prisões como a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Bolsonaro não levou a sério o vírus. À Time, ele lembra as demissões de dois ministros em pouco tempo no governo.

Publicidade
Publicidade

Moro também falou que não sabe se a definição do que é corrupção para ele é a mesma de Bolsonaro. O presidente tem sido acusado e até alvo de processos de impeachments. Um deles, inclusive, foi enviado à Câmara dos deputados, nessa semana, pela oposição.

Publicidade

“O Brasil é uma democracia firme. Suas instituições às vezes sofrem alguns ataques, mas estão funcionando. E há uma percepção crescente na opinião pública de que nós precisamos fortalecer os pilares da nossa democracia”, revelou Sérgio Moro ao falar sobre o assunto, que acabou ganhando grande repercussão em todo o país.

Publicidade

Questionado se pode ser candidato à presidência ou outro cargo político em 2022, Sérgio Moro se esquivou e disse que ainda era muito cedo para falar sobre o tema.