in

Augusto Cury ensina como Jesus lhe ensinou a tratar depressão

Augusto Cury é psiquiatra e, como muitos da ciência, já foi ateu. Agora cristão, revelou como tratar depressão.

Foto: Reprodução/ Instagram.
Publicidade

O profissional especializado em saúde mental Augusto Cury pesquisou profundamente assuntos como ansiedade e depressão, ao longo de sua vida. As conclusões a que chegou com base na ciência, entretanto, descobriu que estavam na Bíblia.

Todas as recomendações científicas para lidar com esses problemas haviam sido abordadas por Jesus há mais de dois mil anos e, surpreendentemente, de forma simples, prática e objetiva. A lucidez e sabedoria que o Cristo usava para lidar com o transtorno surpreenderam Cury.

Publicidade

Inacreditavelmente, mais de 65% dos líderes religiosos ao redor do mundo possuem depressão, transtorno que pode levar a outras doenças, perturbações graves e até ao suicídio. E eles não sabem como enfrentar o problema. Esses dados são de um Instituto renomado nos Estado Unidos, o Schaeffer.

Publicidade

Alguns religiosos ainda acreditam que essas doenças “não são de Deus” e que quem tem fé não passa por esses problemas. Augusto acredita que a coisa não é bem assim, principalmente pelo que há nas Escrituras.

Publicidade

O psiquiatra encontrou no livro de Mateus, nos versículos 25 ao 34 do capítulo 6, uma passagem bíblica que prova que os transtornos mentais eram conhecidos à época e como tratá-los de maneira prática.

Segundo Cury, os 10 versículos que falam sobre viver o momento presente sem excesso de preocupações materiais com o dia de amanhã, são uma boa prática para não desenvolver ansiedade, que pode se tornar depressão. 

Pensar demasiadamente no futuro não resolve os problemas, pois “o futuro a Deus pertence”. O segredo seria viver com paz e tranquilidade, um dia após o outro.