in

Bonner ‘janta’ governo mais cedo e internautas repercutem fraude no auxílio emergencial

CPF do filho do apresentador foi usado por fraudador e jornalista expôs tudo no Twitter.

Reprodução Globo
Publicidade

O jornalista William Bonner usou o Twitter, nesta quinta-feira (21), para falar sobre uma fraude envolvendo o CPF de seu filho, Vinícius Bonemer. O desabafo do apresentador do Jornal Nacional virou um dos assuntos mais comentados do microblog. Bonner havia feito um único post no Twitter desde maio.

Na thread postada no Twitter, Bonner começa dizendo que interromperia a programação para denunciar uma injustiça e fraude com dinheiro público. Em seguida, ele começou a expor tudo o que aconteceu. Segundo o apresentador do Jornal Nacional, Vinícius Bonemer vem sendo alvo de estilionatários há três anos.

Internautas repercutem denúncia de Bonner

Em meio a denúncia da fraude, Bonner criticou a Dataprev, empresa responsável pela análise dos dados das pessoas que solicitaram o auxílio emergencial. “Leio no Globo que a Dataprev não verificou na Receita se os CPFs, embora pertencentes a pessoas sem renda própria, eram de dependentes de cidadãos com renda (como filhos, filhas, parceiros, parceiras). Quantos entre esses foram vítimas de fraudadores, como aconteceu com meu filho?”, perguntou o jornalista.

Publicidade

Bonner também questionou quem protege os cofres públicos da ação de estilionatários. O jornalista também disse que vai apresentar uma queixa-crime e espera que a fraude seja apurada. Muitos internautas comentaram o post do apresentador do Jornal Nacional.

Publicidade

“O Bonner jantando o governo essa hora da manhã?! Se eu amo? Demais”, escreveu um internauta. “Hoje o Bonner jantou o sistema burocrático brasileiro antes mesmo de almoçar”, comentou mais um. “O Bonner começou cedo, mas tem que expor mesmo”, disse outra internauta.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br