in

Mortes de presos por coronavírus disparam e situação preocupa

Em celas super lotadas, presos já são vítimas do coronavírus em São Paulo.

Veja
Publicidade

A quarentena do coronavírus já afeta o Sistema Penitenciário de São Paulo. Pelo menos 22 pessoas que estão presas ou trabalham nas prisões já perderam suas vidas por conta da Covid-19. No estado, ao todo, são mais de cinco mil mortes. São Paulo é a região com mais falecimentos por conta da doença, que já matou mais de 19 mil pessoas em todo o território nacional.

Dos 22 mortos no Sistema Penitenciário de São Paulo, dez agentes penitenciários perderam a vida. Outras 10 mortes são de presos, conforme revela uma reportagem publicada nesta quinta-feira, 21 de maio, pelo portal de notícias UOL. Já os casos entre presos chegam a 30. O número é ainda maior entre agentes penitenciários, chegando a 54 casos.

O número de mortes e casos preocupa o sistema penitenciário. Isso porque ele já sofria com a superlotação há anos. Em muitas prisões, corpos de presos ficam amontoados. Para evitar que o caos se estabeleça, cuidados grandes são utilizados. Presos e agentes penitenciários passaram a usar máscaras de proteção. No caso dos agentes, essas são reutilizáveis.

Publicidade

Existe um temor, por exemplo, que aumente o número de casos entre os agentes e isso possa provocar uma diminuição de funcionários nesse tipo de sistema.

Publicidade
Publicidade

Se as autoridades se preocupam, internautas nem tanto. Na parte dos comentários do UOL, por exemplo, muita gente lamentou por um número “baixo” de mortos entre presos. “Lamento pelos agentes, lamentos por um número tão baixo dos aprisionados…”, disse um dos internautas, destilando seu ódio.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.