in

Atacante pedido por Renato diz porque não fechou com o Grêmio: ‘forçaram a barra’

Jogador concedeu entrevista e contou detalhes do negócio que não foi fechado.

Divulgação Grêmio
Publicidade

O torcedor nem sempre compreende tudo o que acontece nos bastidores do futebol. Somente quando alguma das partes vem a público e explica o que aconteceu é que fica fácil de compreender determinadas situações. Em entrevista ao GaúchaZH, o atacante Kayke revelou porque não jogou no Grêmio.

Em 2017, Renato Portaluppi estava montando uma equipe com a sua cara, após ter sido campeão da Copa do Brasil no ano anterior. O treinador pediu a contratação de um camisa 9 e a diretoria foi atrás de Kayke, que defendia o Yokohama Marinos, do Japão. O negócio acabou não se concretizando, mesmo após o jogador viajar para Porto Alegre para assinar contrato.

Na entrevista ao GaúchaZH, o centroavante revelou os detalhes. Ele contou que estava muito feliz em se acertar com o Grêmio e deu entrevista quando chegou ao aeroporto para falar desse momento. Só que o negócio ainda não estava totalmente acertado entre as partes.

Publicidade

“O clube bateu o pé em uma ou outra situação que estava combinada, que não era do nosso acordo. Eu não ia trocar na hora, mudar o meu pensamento, porque forçaram a barra. O que aconteceu foi isso. O contrato estava pronto, e na hora tentaram mudar uma ou outra situação”, afirmou Kayke.

Publicidade
Publicidade

O jogador disse também que o carinho pelo Grêmio continua, apesar de não ter fechado o negócio na época. O motivo real para o jogador não ficar foi uma cláusula contratual de compra junto ao time japonês, após o empréstimo. O salário teria que reajustado. Atualmente, Kayke defende o Qatar SC. Sem Kayke, o Grêmio contratou Lucas Barríos e o atacante foi importante na disputa da Copa Libertadores da América daquele ano, que terminou com título do Tricolor. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br