Maju Coutinho dá notícia ao vivo no Jornal Hoje e Bolsonaro é quem ri por último

Leia também

Maju Coutinho dá notícia ao vivo no Jornal Hoje e Bolsonaro é quem ri por último

Apresentadora do JH, da Rede Globo, noticiou fala do ex-presidente Lula sobre a pandemia.

Cauã Reymond faz aniversário e internautas se surpreendem com idade: ‘não é possível’

Ator comemora mais um ano de vida nesta quarta (20) e muitos estão impressionados com sua idade.

Aborto e pancadaria: ex do namorado da mãe de Neymar joga tudo no ventilador

Rita, balconista espanhola, contou que era agredida por Tiago Ramos e chocou a todos.

Luto: ator de 29 anos tira a própria vida depois de atirar em mulher

No momento, as autoridades investigam o caso para descobrir mais detalhes.
Diogo Marcondes
Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.
Publicidade

Os apoiadores de Jair Bolsonaro acusam o jornalismo da Rede Globo de exibirem apenas reportagens contrárias ao presidente da República. Outra acusação comum de se ler nas redes sociais é que a emissora nunca critica os opositores de Bolsonaro. Nesta quarta-feira (20), porém, a situação foi diferente.

Durante o Jornal Hoje, a jornalista Maju Coutinho anunciou uma fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tem causado polêmica. Em live com a revista Carta Capital, o ex-president usou as palavras “ainda bem” para se referir ao novo coronavírus, que já matou mais de 17 mil pessoas em todo o Brasil.

Publicidade
Publicidade

“Também nessa terça-feira, nesse dia em que mais de mil brasileiros morreram em 24 horas, o ex-presidente Lula causou espantando ao dizer que ‘ainda bem que a natureza criou o coronavírus'”, afirmou a jornalista. Logo depois, entraram no ar as imagens do ex-presidente durante a live.

Publicidade

A fala de Lula serviu como uma alívio temporário a Jair Bolsonaro. Nesta quarta, diferente de outros dias, as críticas ao presidente estão disputando espaço com as críticas a Lula. Nas redes sociais, muitas pessoas se manifestaram contrárias aos dois, mas também houve aqueles que deram mais ênfase à fala de Lula.

Publicidade

Lula e Bolsonaro seriam concorrentes nas eleições de 2018, mas o ex-presidente, condenado em segunda instância no caso do tríplex do Guarujá, foi impedido de concorrer com base na ficha limpa. O PT colocou Fernando Haddad em seu lugar, mas foi derrotado no segundo turno, quando Bolsonaro teve quase 58 milhões de votos.