in

Vereador que apoiava Bolsonaro perde pai para o coronavírus

Sargento Silvano chegou a defender nas redes sociais a abertura do comércio e das igrejas, proposta de Bolsonaro.

G1/ Montagem
Publicidade

Bolsonaro é atacado por vereador que um dia o apoiou, após perda do pai para o coronavírus. O Sargento Silvano, vereador de Belém, precisou sentir na própria pele para mudar de posição em relação ao isolamento social no Brasil. Inicialmente, o vereador fazia propaganda para Bolsonaro em suas redes sociais e pedia que o comércio reabrisse, já que o fechamento contínuo acaba trazendo malefícios para a economia. 

Vereador diz que Bolsonaro mente, após perder pai para a Covid-19

Agora o vereador diz que Bolsonaro mente nas redes sociais. Ainda em abril, o próprio Sargento Silvano e mais dez membros da própria família foram infectados pelo coronavírus. O pai dele, de 65 anos, passou mais de um mês internado em um hospital, mas não resistiu. Agora o vereador culpa Bolsonaro pela situação na qual chegou a pandemia no Brasil.

O país é o terceiro do mundo em confirmação de casos, ficando atrás apenas da Rússia e dos Estados Unidos. O estado do vereador, o Pará, já tem mais de 15 mil casos da doença. As mortes são cerca de 1.400. Números altos da tragédia, que no país já matou quase 18 mil pessoas, segundo os dados mais atualizados.

Publicidade

“Eu e minha esposa pegamos logo de primeira. Depois adoeceu minha mãe, meu pai, cunhada, meus filhos, minha nora e meu irmão. Moramos em casas próximas e mesmo usando máscaras e álcool gel, fomos todos adoecendo”, disse o vereador, que agora muda a sua postura nas redes sociais sobre o isolamento social.

Publicidade
Publicidade

O vereador se defende da forma como se posicionou antes. Ele disse que chegou a procurar o Ministério Público para a reabertura de igrejas. No entanto, a entidade negou a ele isso.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.