in

O triste fim do pastor que alegou ter ‘curado’ pessoas infectadas com coronavírus

O famoso pastor morreu menos de uma semana após ser infectado com o coronavírus.

Tori
Publicidade

Um famoso pastor mais conhecido popularmente como profeta morreu menos de uma semana após ser diagnosticado com o novo coronavírus, deixando centenas de seus apoiadores em pânico depois que ele colocou as mãos neles em um esforço para curá-los da infecção.
O pastor Frankline Ndifor também foi candidato nas últimas eleições presidenciais do estado da África Central.

De acordo com o site Voice of América, a polícia de Camarões usou a força para obter acesso à residência do pastor na capital de Douala, enquanto alguns de seus apoiadores bloqueavam as entradas, orando por sua ressurreição.

Centenas de seus seguidores cantaram em frente de sua residência na manhã de domingo (17) relatando que ele não estava morto, mas em um retiro espiritual com Deus, e voltaria em breve.
Os cantos e orações dos fies foram transmitidos por várias estações de rádio locais. Ndifor morreu e foi enterrado na frente de sua residência no sábado por trabalhadores da equipe que está de frente ao combate a Covid-19 na localidade.

Publicidade

A Dra. Gaelle Nnanga relatou que o pastor morreu menos de uma semana após ser diagnosticado com Covid-19.
Gaelle disse que alguns membros da Igreja Internacional de Ministérios a chamaram para ajudar o pastor quando descobriram que ele estava tendo sérias dificuldades respiratórias. 

Publicidade
Publicidade

O profeta morreu menos de 10 minutos após receber os primeiros atendimentos médicos. O governador da região disse em um comunicado que ele enviou a polícia para forçar a entrada na residência de Ndifor quando seus seguidores expulsaram a equipe médica.

Um fiel identificado como Rigobert Che, disse que o pastor orou por ele na última quarta-feira e por várias dezenas de pessoas diagnosticadas com Covid-19, e algumas que suspeitavam ser portadoras ou apresentar sintomas.

Ele disse que a morte de Ndifor trouxe pânico às centenas de pessoas que o visitavam para orar por uma cura divina. De acordo com Che, o pastor tem posto as mãos sobre os doentes e alegado que ele foi capaz de curar o Covid-19. 

“A pessoa que afirma que está curando o Covid-19, está morta, e os colegas que foram afetados pelo Covid-19? Agora que ele está morto, não sei como as pessoas que ele era impor as mãos será curado”, disse Che.

Médicos pediram a todas as pessoas que entraram em contato com o pastor que se reportassem aos hospitais para serem testados quanto ao vírus. Além de orar pelos pacientes do Covid-19 em sua casa e sua igreja, Ndifor também estava doando baldes e sabão aos pobres para se protegerem do vírus. Seu último passeio público foi em 20 de abril, quando ele se aventurou nas ruas de Douala para distribuir máscaras. Camarões têm mais de 3 mil de infectados e 140 mortes por coronavírus.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Francisco Nunes

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional.