in

Pedro Bial não perdoa e acaba com a raça de Regina Duarte: ‘suicídio cultural’

Para apresentador, Regina Duarte colocou carreira em risco ao participar de governo Bolsonaro.

Globo / Montagem
Publicidade

Regina Duarte assumiu um cargo difícil em março desse ano. Após muitas conversas, ela entrou na Secretaria de Cultura do governo do presidente Jair Bolsonaro, um dos políticos mais criticados do momento. No entanto, com as críticas a Bolsonaro, Regina Duarte também passou a ser alvo dos revoltosos com o governo.

Até mesmo famosos posicionaram-se contra a atriz, que ao longo da carreira ficou marcada com a alcunha de “namoradinha do Brasil, tamanhos os sucessos que ela teve na televisão do Brasil. Quem surpreendeu ao criticar duramente Regina Duarte foi o apresentador Pedro Bial, que volta à televisão nesta segunda-feira, 18 de maio, com o Conversa com Bial.

Devido ao retorno ao ar, que contará com uma entrevista com a jornalista Glória Maria, Pedro Bial falou sobre muitos assuntos, como Bolsonaro e a atriz Regina Duarte. Para o ex-apresentador do Big Brother Brasil, Regina Duarte acabou fazendo o que ele chamou de “suicídio cultural”.

Publicidade

Para Bial, Regina Duarte colocou toda a sua biografia em risco ao participar desse tipo de governo e a situação dela piorou ainda mais ao dar uma entrevista ao canal fechado CNN Brasil.

Publicidade
Publicidade

Regina foi criticada também em um manifesto assinado por mais de 500 artistas. “Como artistas, intelectuais e produtores culturais, formamos a maioria que repudia as palavras e as atitudes de Regina Duarte como Secretária de Cultura. Ela não nos representa”, diz um trecho do manifesto, que pede a saída de Duarte do cargo e um maior cuidado do governo federal com o setor cultural. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.