in

Em meio à pandemia e mais de 16 mil mortes, multidão se reúne em baile funk

A festa terminou ao amanhecer e incomodou vizinhos; o baile funk ocorreu em São Vicente, litoral paulista.

G1
Publicidade

Em meio à pandemia e mais de 16 mil mortes por Covid-19 no Brasil, multidão desobedece as orientações de isolamento e se reúne baile funk em São Vicente, litoral de São Paulo. A festa teve mais de sete horas de duração e só terminou ao amanhecer. Os vizinhos próximos ao evento que testemunharam a aglomeração de jovens e adultos, relataram que a Polícia Militar foi acionada várias vezes pelos moradores, mas nenhuma equipe teria ido ao local interferir.

A festa teria acontecido na Rua Vale do Pó e começou por volta das 21h de domingo, dia 17. De acordo com uma moradora que preferiu não se identificar, o baile não foi anunciado, mas um pouco antes das 21h várias pessoas começaram a chegar no local e, em seguida, o som alto.

Teve um carro e uma caixa de som e muita gente na rua. Nunca tinha acontecido isso por aqui. Cheguei a chamar a polícia e disseram que já tinha 15 denúncias do baile, mas nenhuma viatura apareceu. Ninguém que precisava conseguiu dormir aqui na rua hoje“, relatou essa mulher.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Além do barulho e da insegurança por conta do coronavírus, a multidão estava, em sua maioria, sem mascara ou qualquer outra proteção facial. Pela manhã foi possível ver várias embalagens de bebidas espalhadas pela rua. 

A Prefeitura de São Vicente emitiu uma nota explicando que a Guarda Civil Municipal não interfere neste tipo de ocorrência e por isso, não foram ao local. A Secretária de Comércio, Indústria e Negócios Portuários disse que não recebeu nenhuma denúncia de baile funk. Já a PM não se manifestou a respeito das denúncias e de chamados para interferir no local.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Kauane Moreira

Escrito por Kauane Moreira

Apaixonada por esporte e viagens! Quer enviar uma sugestão de pauta? Entre em contato: kaumoreira.contato@gmail.com