in

Esses casos abalaram o país: maníaco do parque, Isabella Nardoni e Eloá

Veja maiores detalhes sobre estes três casos assustadores de assassinatos que mais abalaram os brasileiros.

Reprodução/G1
Publicidade

O Brasil é conhecido por ser um país com violência elevada, mas mesmo assim ainda há casos que espantam e geram grande comoção.
Estes crimes assustam não só pela violência, mas pelo nível de crueldade envolvido nos atos assassinos. 

Nesta pauta, foram reunidos três casos chocantes, que estamparam as notícias dos jornais e canais de TV por muito tempo.

Publicidade

A misteriosa morte de Isabella Nardoni

A menina Isabella Nardoni, de apenas 5 anos, foi encontrada morta em seu prédio depois de ser jogada pela janela de seu próprio apartamento.
As investigações periciais indicaram que os culpados pela morte da menina foram o pai, Alexandre Nardoni, e a mãe, Anna Carolina Jatobá. 

Publicidade

O crime ocorreu no ano de 2008 e ambos ainda estão presos, já que foram sentenciados a um período extenso na prisão.

Publicidade

O crime passional que matou Eloá

Eloá foi morta também no ano de 2008 por seu ex-namorado Limdemberg Alves Fernandes, de apenas 22 anos na época.
Após terem passado por um término conturbado, Limdemberg raptou Eloá e sua amiga Nayara, e as manteve presas num total de cinco dias. 

Durante a invasão da polícia, o rapaz atirou no rosto de Eloá, que morreu dias depois. Sua amiga Nayara, no entanto, sobreviveu.

O assustador maníaco do parque

Francisco de Assis Pereira, motoboy da cidade de São Paulo, abordava jovens de 18 à 27 anos para supostos ensaios para produtos de beleza.
No entanto, os ensaios eram apenas desculpas para suas reais intenções: agredir, estuprar e matar jovens inocentes. 

Após 7 mortes, o serial killer foi preso, e continua cumprindo tempo de prisão. Esse crime chocou o país inteiro, que ficou estarrecido com a mente maligna de Francisco.

Publicidade