in

Coronavírus pode nunca mais desaparecer, assim como o HIV, e se tornar endêmico, diz OMS

O especialista em emergências da OMS, Mike Ryan, deu declarações estarrecedoras sobre o agente infeccioso.

Foto: CDC/via REUTERS/Site: O Globo
Publicidade

Novas atualizações emitidas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre o coronavírus são preocupantes. De acordo com a entidade, é provável que o agente contagioso nunca mais desapareça, tornando-se endêmico assim como o HIV (vírus da imunodeficiência humana em inglês). A entidade alerta ainda sobre a ineficácia de qualquer previsão sobre quando a pandemia chegará ao fim, cobrando esforços internacionais em prol de seu enfrentamento.

“É importante colocar isso na mesa: esse vírus pode se tornar endêmico em nossas comunidades e nunca desaparecer”, disse o especialista em emergências da OMS, Mike Ryan, por meio de uma entrevista online.

Publicidade

Segundo o especialista, o alerta é importante para que toda a humanidade possa se tornar ciente sobre o atual momento que enfrentamos, deixando claro que não é possível apresentar qualquer tipo de previsão contundente que possa indicar com precisão quando toda a crise irá passar, podendo ser curta ou duradoura.

Publicidade

Em todo o planeta, linhas de produção em pesquisa trabalham simultaneamente com o desenvolvimento de ao menos 100 vacinas contra o coronavírus. Entretanto, os cientistas destacam o quão difícil é o desenvolvimento de uma vacina que se apresente eficaz contra o agente infeccioso.

Publicidade

Ainda em seus alertas, Ryan defende que haja um controle muito significativo do vírus, a fim de que o risco se torne mais aceitável. Hoje, o coronavírus é considerado como de alto risco para toda a comunidade global. 

“A trajetória está em nossas mãos, é assunto de todos e devemos contribuir para acabar com essa pandemia”, afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.