Romildo Bolzan aponta frustração com reforço de peso que não deu certo no Grêmio

Leia também

Ô louco! Filha do Faustão cresceu e sua beleza é de cair o queixo

Luciana Cardoso, mulher de Faustão, usou as redes sociais nesta quarta-feira para parabenizar o filho caçula.

Caso Bel para Meninas: acusada de maus tratos, mãe da menina se manifesta e fala sobre ódio

A mãe da menina que vem sendo acusada pela web de maus tratos, resolveu se manifestar e disse sobre 'ódio gratuito'.

Ator é encontrado morto com a namorada e mãe diz detalhes sobre o caso

Eles foram encontrados no último dia 13, mas só nesta semana as mortes foram anunciadas.

Estes são os 8 segredinhos para ter o seu bebê dormindo a noite toda

Aprenda algumas dicas importantes que vão ajudar os bebês a terem uma noite de sono tranquila.
Diogo Marcondes
Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.
Publicidade

Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan concedeu entrevista ao jornalista Jorge Nicola, do Yahoo, e falou sobre diversos assuntos, entre eles um reforço que o decepcionou no Grêmio. O presidente do Imortal citou o equatoriano Miller Bolaños como a maior decepção que teve com uma contratação.

O jogador foi contratado pelo Grêmio em 2016. Naquele início de ano, Romildo não economizou dinheiro e contratou o destaque do futebol equatoriano. À época, Bolaños era visto com bons olhos por diversos clubes. O Grêmio foi mais rápido e o contratou.

Publicidade
Publicidade

Para tirar o jogador do Emelec, o Tricolor investiu 5 milhões de dólares para adquirir 70% dos direitos econômicos do atleta. Na cotação da época, foram R$ 19,4 milhões investidos no negócio, o que representou a contratação mais cara da história do clube gaúcho. O desfecho da história, porém, não foi boa para ambas as partes. 

Publicidade

“O Bolaños eu sempre achei um craque de bola. Por motivos diversos, ele não conseguiu ter um ambiente favorável para jogar da melhor forma no Grêmio. Mas sempre que entrou mostrou o futebol que gostávamos de ver. Achava ele um craque
“,
afirmou Romildo.

Publicidade

Bolaños nunca confirmou o que dele se esperava. O grande momento do atacante no Grêmio foi o gol marcado no segundo jogo da final da Copa do Brasil de 2016, contra o Atlético-MG. A partida terminou empatada e o Tricolor sagrou-se campeão do torneio nacional daquele ano. Em agosto de 2017, após cobrança de Renato por melhora física, Bolaños pediu para deixar o clube. Foram 45 partidas, 15 gols e a decepção do presidente.