in

Romildo Bolzan aponta frustração com reforço de peso que não deu certo no Grêmio

Presidente do Grêmio falou sobre a contratação do atacante e frustração no negócio.

Divulgação Grêmio
Publicidade

Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan concedeu entrevista ao jornalista Jorge Nicola, do Yahoo, e falou sobre diversos assuntos, entre eles um reforço que o decepcionou no Grêmio. O presidente do Imortal citou o equatoriano Miller Bolaños como a maior decepção que teve com uma contratação.

O jogador foi contratado pelo Grêmio em 2016. Naquele início de ano, Romildo não economizou dinheiro e contratou o destaque do futebol equatoriano. À época, Bolaños era visto com bons olhos por diversos clubes. O Grêmio foi mais rápido e o contratou.

Para tirar o jogador do Emelec, o Tricolor investiu 5 milhões de dólares para adquirir 70% dos direitos econômicos do atleta. Na cotação da época, foram R$ 19,4 milhões investidos no negócio, o que representou a contratação mais cara da história do clube gaúcho. O desfecho da história, porém, não foi boa para ambas as partes. 

Publicidade

“O Bolaños eu sempre achei um craque de bola. Por motivos diversos, ele não conseguiu ter um ambiente favorável para jogar da melhor forma no Grêmio. Mas sempre que entrou mostrou o futebol que gostávamos de ver. Achava ele um craque
“,
afirmou Romildo.

Publicidade
Publicidade

Bolaños nunca confirmou o que dele se esperava. O grande momento do atacante no Grêmio foi o gol marcado no segundo jogo da final da Copa do Brasil de 2016, contra o Atlético-MG. A partida terminou empatada e o Tricolor sagrou-se campeão do torneio nacional daquele ano. Em agosto de 2017, após cobrança de Renato por melhora física, Bolaños pediu para deixar o clube. Foram 45 partidas, 15 gols e a decepção do presidente.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br