in

Internada, Ludmilla já não suporta mais as fortes dores, e médicos recorrem à morfina

A funkeira está internada em um hospital do Rio de Janeiro com um quadro de pielonefrite aguda.

Difusora FM/Divulgação
Publicidade

A cantora Ludmilla continua a viver um drama com a sua saúde, desde a internação em um hospital do Rio de Janeiro por decorrência do desenvolvimento de um delicado quadro de pielonefrite aguda. Trata-se de uma espécie de processo inflamatório que atinge os rins, e está causando fortes dores na funkeira, conforme vem sendo noticiado pela imprensa brasileira nos últimos dias.

Na tarde desta quinta-feira (14), a jornalista Fábia Oliveira, colunista do Jornal O Dia, noticiou que as dores sentidas por Ludmilla são tão fortes que os médicos optaram por utilizar morfina para o seu caso. A substância é considerada forte, sendo bastante conhecida por conta de seu uso em soldados durante períodos de guerra.

A mesma fonte, cuja identificação não foi informada por Fábia Oliveira, alega que Ludmilla está sofrendo com a saída de bastante quantidade de pus dos seus órgãos excretores. Além disso, as queixas por conta das dores abdominais permanecem.

Publicidade

Ludmilla cancela live

Estava sendo amplamente divulgada uma live que a cantora Ludmilla faria por meio das redes sociais no próximo sábado (16/05). Apesar das grandes expectativas, a apresentação musical precisou ser cancelada por recomendação médica. As dores que a funkeira sente são tão fortes que ela não é capaz de se apresentar sequer sentada.

Publicidade

Esta seria a segunda live feita por Ludmilla desde o início da quarentena imposta pelo novo coronavírus. A primeira apresentação foi um grande sucesso, e bateu recordes de audiência pelas redes sociais. Enquanto isso, o público segue enviando mensagens de carinho para a artista, torcendo por sua rápida recuperação.

Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.