in

Dispensada, Kamilla Covas revelou assédio moral e quanto ganha uma bailarina do Faustão

A dançarina Kamilla Covas abriu o jogo e contou porque foi dispensada do Domingão, além do valor do salário das bailarinas do programa.

Divulgação / Gshow
Publicidade

O Domingão do Faustão sempre contou com uma equipe em seu balé formada por beldades. Kamilla Covas é uma delas, e sua passagem pelo programa durou aproximadamente 5 anos. Agora que foi demitida, resolveu abrir completamente o jogo e revelou tudo sobre os bastidores da atração.

A moça não possui formação como dançarina. Começou a carreira como figurante da plateia de Fausto Silva, onde acabou conhecendo o coreógrafo Sylvio Lemgruber, responsável pela equipe de bailarinas. Após várias tentativas insistentes para realizar testes, o chefe das meninas lhe deu uma oportunidade. 

Ela revelou que, após ser contratada para integrar o grupo, precisou ficar dois meses sem aparecer ao vivo, apenas ensaiando as sessenta coreografias usadas nas apresentações. A partir daí, Kamilla ficou por 5 anos ininterruptos trabalhando no Domingão. 

Publicidade

Após esse período, surgiu a notícia da demissão, para ela e outras 7 colegas de palco. A Rede Globo teria justificado a atitude como sendo normal, em uma renovação no quadro de dançarinas, mas ela revelou ao UOL que acredita em uma motivação diferente. 

Publicidade

Segundo Kamilla, a produção do programa demonstra incômodo quando uma das bailarinas ganha destaque fora do trabalho principal, e o motivo das demissões seriam pelo aumento da visibilidade das moças. Ela mesma havia acabado de participar de um ensaio fotográfico sensual e estava ganhando muitas participações em desfiles de moda e eventos. 

Sobre o salário, a moça revelou que os ganhos não são muito atrativos, e que o que mais vale é a visibilidade que se ganha na mídia por ser parte da equipe. Ela declarou que, quando demitida, seus ganhos no programa estavam na casa dos R$ 2.500,00 apenas.

Publicidade