in

Juliano Laham foi internado na UTI com coronavírus; vomitou até sangue

Ator Juliano Laham usou o Instagram para contar aos fãs um relato do que passou por coronavírus.

Glamour
Publicidade

O ator Juliano Laham chocou os fãs na internet ao não apenas contar que teve o coronavírus, mas como também desenvolveu a forma grave da doença. De acordo com  Juliano Laham, ele foi diagnosticado com a doença há cerca de duas semanas. O estado do artista ficou tão grave que ele precisou ser levado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Juliano Laham contou o seu drama por meio de uma rede social. Ele, que estava no Rio de Janeiro, após receber alta médica, agora está vivendo com a família em São Paulo. O ator revela que foi internado no dia 37 da pandemia. Até então, ele havia saído apenas duas vezes de casa. Ambas para ir ao supermercado. 

O ator conta que evitou ir ao médico e que só decidiu procurar ajuda quando começou a vomitar sangue. Ao chegar ao local e passar por exames, Juliano Laham descobriu que 70% do seu pulmão havia sido comprometido.

Publicidade

“Assim que comecei a melhorar recebi alta por conta do receio dos médicos de que eu adquirisse uma infecção hospitalar, continuo seguindo as recomendações deles, tomando diversos medicamentos, isolado no quarto dentro de casa, para não colocar minha família em risco“, disse o ator. 

Publicidade

Mortes por coronavírus não param de subir no mundo

No mundo, são quase quatro milhões de pessoas infectadas por conta do coronavírus. O número de mortos confirmados oficialmente já chega a quase 260 mil. Dos confirmados, 1,2 milhão de pessoas já tiveram alta. O país com o maior número de casos e mortos no mundo são os Estados Unidos. Por lá, 1,2 milhão de testes já deu positivo e 72 mil mortes foram confirmadas. 

O Brasil já tem mais de oito mil mortes e 112 mil casos, mantendo um percentual de mortalidade parecido com os Estados Unidos, que viveu seu pico antes do Brasil.

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.