in

Santos está com situação complicada na FIFA

Os processos que o peixe coleciona são milionários, acusações de inadimplência e problemas com a transação de jogadores.

Divulgação / Santos F.C.
Publicidade

A situação do futebol brasileiro não anda nada bem em função da pandemia do novo coronavírus, com jogos e campeonato paralisados, o que prejudica as equipes e pode levar a uma série de problemas a médio e longo prazo.

No Peixe a situação pode estar um pouco mais preocupante, já que várias equipes entraram com processos junto a FIFA para receber pagamentos referentes a contratação de jogadores. Logo no começo do ano, o Club Brugge, da Bélgica, procurou a entidade para tentar receber 250 mil euros (na época, cerca de R$ 1 milhão pelo empréstimo do zagueiro Luan Peres.

Ainda na Europa, o Hamburgo, da Alemana, também está cobrando R$ 15 milhões pelo empréstimo de outro zagueiro, dessa vez Cleber Reis. Esse pode ser um dos maiores problemas do Santos, já que o processo está impendido o registro de novos jogadores junto da CBF.

Publicidade

Mais perto de casa, o Huachipato, do Chile, acusa o Santos de não ter pago duas das três parcelas na contratação do atacante venezuelano Soldeto. O valor total da dívida chega a R$ 13 milhões. Na Colômbia, o Atlético Nacional entrou com processo cobrando 700 mil dólares pela contratação de Felipe Aguilar, zagueiro que já foi até mesmo vendido por R$ 10 milhões para o Athletico-PR.

Publicidade
Publicidade

Para fechar a conta, o Peixe ainda está sendo cobrado na FIFA por vários outros clubes por não ter repassado valores associados ao mecanismo de solidariedade, que é uma porcentagem paga ao clube formado de atletas em negociações.

Com tudo isso, a diretoria ainda vai ter muita dor de cabeça antes que os campeonatos sejam retomados.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Beka Assis

Escrito por Beka Assis

Redatora e curiosa, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.