in

Após ter microfone roubado ao vivo, repórter da Globo manda indireta a Bolsonaro

Globo / Montagem
Publicidade

Nesta sexta-feira, 10 de abril, a transmissão foi movimentada para o SPTV 1ª Edição. Tudo porque uma humilde senhora invadiu o link do telejornal, quando o jornalista Renato Peters falava sobre um hospital do governo de São Paulo. A unidade estaria recebendo muitas reclamações. 

A mulher apareceu de repente, tomou o microfone da mão do repórter da Globo e gritou contra a emissora. “A Globo é um lixo, o Bolsonaro tem razão”,  disse a mulher, que mais tarde foi identificada como uma pessoa que aguardava atendimento para um filho de cinco anos no hospital. 

Mais tarde, o repórter da emissora garantiu que não sofreu qualquer machucado. No entanto, ele foi irônico com o presidente, citando a expressão “gripezinha“, utilizada por Jair Bolsonaro para minimizar a pandemia do coronavírus. Oficialmente, a doença já matou quase mil pessoas em todo o Brasil. 

Publicidade

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que a mulher toma o microfone do repórter da emissora, indicando indignação contra o canal. 

Publicidade
Publicidade

Renato Peters, repórter da Globo, falou sobre o episódio minutos depois. César Tralli perguntou se ele estava bem. O jornalista então confirmou que estava tudo ok. “Tá tudo bem aqui. Nenhum arranhão, nem susto”, iniciou o jornalista.

Na sequência, o repórter explicou mais sobre a situação inusitada que viveu, ao vivo. “A mulher, que estava com uma criança de cinco anos, só não percebeu que estávamos lá para mostrar que o hospital do bairro dela já está em situação crítica. Mas, nada diante de uma ‘gripezinha’, né!? No mais, fiquem em casa. Eu sigo na rua para reportar“, disse ele, sobre a invasão do link ao vivo da Globo.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.