in

Presidente Donald Trump volta atrás e pede que população fique em casa

AL DRAGO / BLOOMBERG
Publicidade

A pandemia proveniente do coronavírus que vem assombrando muitos países chegou com força máxima aos Estados Unidos da América, tornando o país norte americano o primeiro em quantitativo de casos confirmados do novo vírus, com total superior a 100 mil pessoas infectadas, além de mais de 2 mil mortes.

Contudo, o pior ainda está por vir, já que o presidente dos EUA, Donald Trump, fez uma afirmação que de certa maneira deixou a população americana apreensiva, tendo em vista que o comunicado ressalta que o pico da pandemia no país será apenas daqui duas semanas. Fato este, que pegou as pessoas de surpresa e ainda causou preocupação.

Outra atitude do presidente que é contra o que o mesmo defendia anteriormente, se trata do pedido para que a população se mantenha em isolamento social até o dia 30 do mês de abril, o que também foi um espanto para a população, tendo em vista que Donald defendia medidas mais brandas de contenção do vírus.

Publicidade

Publicidade

Vale lembrar que o pedido do governante foi feito durante uma coletiva de imprensa concedida neste domingo (29), que por sinal foi contra a declaração dele no dia anterior (28), que chegou a dizer que cidades como Nova York e estados como New Jersey e Connecticut, nem mesmo precisariam de uma quarentena.

As informações sobre os números de casos confirmados e mortes no país americano foram analisadas pela Universidade Johns Hopkins, que seguirá com as pesquisas enquanto perdurar essa triste situação de coronavírus, o que possibilitará uma maior transparência dos números. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade