in

Morte de crianças em decorrência da Covid-19 preocupa comunidade médica e a população

Divulgação/Bebemamae
Publicidade

A pandemia do coronavírus tem assolado o mundo inteiro deixando um grande número de mortos em vários países. Uma das localidades que mais tem sofrido com o novo coronavírus é a Itália que soma um elevado número de vítimas fatais. A Espanha também tem tido um grande número de mortos por causa da enfermidade. 

Infelizmente, a doença que começou na China no final do ano de 2019, acabou se alastrando de forma rápida. Para tentar minimizar a disseminação acelerada do novo coronavírus, os países estão adotando a quarentena. Apesar de todos os esforços, pessoas continuam perdendo a vida.

Especialistas afirmam que a enfermidade pode apresentar complicações em pessoas mais idosas ou que já tenham alguma doença pré-existente. Contudo, não é bem assim que as coisas estão acontecendo. Vários relatos de jovens que acabaram morrendo vítima da Covid-19 aumentam todos os dias.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Na cidade de Chicago, estado de Illinois, nos Estados Unidos, um bebezinho com menos de um aninho acabou morrendo vítima do novo coronavírus. A morte da criança foi divulgada neste sábado, 28 de março. O comunicado foi feito pelo Departamento de Saúde Pública do estado. Ao relatar a perda do pequeno, o diretor do departamento, o Doutor Ngozi Ezike ressaltou alguns detalhes.

“Uma investigação completa está sendo realizada para determinar a causa da morte. Nós precisamos fazer tudo que pudermos para impedir a propagação deste vírus mortal. Se não para proteger nós mesmos, para protegermos aqueles ao nosso redor”, explicou.

Na sexta-feira, 27 de março, a Republica Dominicana também noticiou a morte de um recém-nascido. A criança era filha de uma mulher que contraiu a doença. Casos de pessoas mais jovens tem sido veiculadas na mídia e acende o alerta da comunidade médica. 

O ideal é manter os cuidados de higiene para evitar a contaminação pela Covid-19. Lavar as mãos da forma correta, usar álcool gel, não tocar olhos, boca e nariz antes da higienização das mãos. Caso esteja doente, evitar ficar próximos de outras pessoas. A melhor forma é a prevenção, pois infelizmente ainda não existe um remédio e nem vacina para combater o novo coronavírus.

Publicidade
Publicidade
Shyrlene Souza

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.