in

Governador do Mato Grosso assina decreto para reabertura do comércio

Ednilson Aguiar /O Livre
Publicidade

Em entrevista coletiva, através das redes sociais, na última quinta-feira (26), o governador Mauro Mendes (DEM) fez declarações sobre o decreto que foi assinado liberado a reabertura do comércio, desde que eles sigam todas as normas preventivas para evitar a proliferação do coronavírus.

O governador nega que sua ação tenha sido influenciada por declarações do presidente Jair Bolsonaro, deixando claro que a intenção é unificar as decisões preventivas que foram adotadas por vários municípios e estados, para que assim todos sigam as mesmas regras, evitando divergências.

Mendes ainda declarou que prefeitos cujos municípios não apresentaram casos da doença não deveriam ter fechado o comércio, e que a partir de agora, será necessário apresentar fundamentações técnicas e científicas para adotar novas medidas restritivas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A medida também permite que o transporte coletivo público e metropolitano volte a funcionar, desde que seja respeitada a capacidade de passageiros sentados. O transporte privado também pode funcionar, seja através de táxi ou aplicativo, mas é preciso que o passageiro ocupe o banco de trás do veículo e que ele seja devidamente higienizado.

Com isso, Mauro Mendes espera que o impacto na economia do estado do Mato Grosso seja menor, mantendo a indústria funcionando e garantindo o emprego dos funcionários. Ele também não deixou de ressaltar a importância de educar a população sobre os métodos adequados de higienização e a importância de manter o distanciamento social sempre que possível.

Publicidade
Publicidade
Beka Assis

Escrito por Beka Assis

Redatora e curiosa, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.