in

Mãe comove ao narrar como filha de 16 anos morreu de Covid-19: ‘Vida perde o sentido’

Época
Publicidade

O coronavírus tem matado muitas pessoas pelo mundo. E, ainda que em casos mais raros, acabam morrendo também pela doença pessoas jovens. Nessa terça-feira, 24 de março, por exemplo, morreu a paciente mais jovem, até o momento, vinda da França. Julie, de 16 anos, teve um quadro fulminante de coronavírus.

Até desenvolver a doença, a jovem tinha uma vida saudável. Sabine, mãe da jovem, falou sobre o acontecimento e diz o quanto está sendo difícil saber que não terá sua filha ao seu lado. “É um choque perder um filho, a vida perde o sentido, mas temos a obrigação de continuar”, diz a mãe francesa, que comoveu o mundo  com o seu desabafo. 

Manon, irmã da vítima, falou sobre a morte da jovem e lembrou que todos podem morrer da enfermidade. “Ninguém é invencível perante esse vírus mutante”, disse ela sobre a perda.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Antes do diagnóstico ser confirmado, a jovem passou por dois exames que negavam que ela tivesse o coronavírus; ainda que o quadro da doença fosse claro para os médicos. Apenas na terceira vez a Covid-19 foi confirmada. 

Números do coronavírus disparam pelo mundo 

O coronavírus já matou mais de 26 mil pessoas em todo o planeta. A situação é mais caótica na Itália, onde a letalidade da doença ultrapassa os 10%. Por lá, são mais de 86 mil confirmações de pessoas infectadas e mais de 9 mil mortes. No mundo, os infectados agora chegam a quase 600 mil pessoas. No Brasil, que registrou a doença há um mês, são mais de três mil infectados e 77 mortes informados até a última quinta-feira, dia 26.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.