in

Auxílio-doença poderá sofrer atraso e INSS permanecerá fechado por causa do coronavírus

Diarioprime
Publicidade

Devido ao avanço da pandemia causada pelo novo coronavírus, todos devem permanecer dentro de casa, saindo apenas quando for realmente necessário. Na semana passada, o governo avisou que os trabalhadores que precisarem recorrer ao auxílio-doença não devem ir a uma agência, mas recorrer ao ‘Meu INSS’ pela internet.

O problema é que o projeto de lei que autorizará isso não foi apresentado até hoje, e até o dia 30 de abril, as agências do INSS estarão fechadas. Especialistas explicam que a população enfrentará uma série de problemas, por exemplo, quem tinha perícia marcada para as próximas semanas ou precisa solicitar o auxílio-doença, terá que ter muita paciência e esperar.

Não há como ir às agências fazer as perícias e o projeto que autoriza as perícias pela internet com o atestado médico online até hoje não saiu do papel. O INSS disse apenas que em breve o Meu INSS será disponibilizado com a opção de enviar atestado médico pela internet.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O instituto ainda garante que ‘não haverá prejuízo para os segurados que tinham perícia presencial agendada’, mas na prática não é isso que se vê. O INSS explicou que todo trabalhador que precisar solicitar o benefício deve fazê-lo e depois, quando o sistema estiver disponível, então é só anexar o atestado.

Essas medidas do governo para conter o vírus são importantes. É fantástico, mas só na teoria. Eles não tornam efetivo o que planejam“, informou um advogado previdenciário ao portal UOL, aconselhando a todos que não puderem esperar a entrar com um mandado de segurança na Justiça solicitando a análise de seu caso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]