Brasil vai parar? Itália menosprezou coronavírus para preservar a economia e sofre com resultado

Leia também

Aplicativo da CEF para solicitar auxílio de R$ 600 apresenta problema e não finaliza o cadastro

Pessoas de todo país estão relatando dificuldade para efetuar o cadastro após baixar o aplicativo.

Vídeo mostra o passo a passo para se cadastrar e solicitar o auxílio emergencial de R$ 600

Muitas pessoas ainda estão em dúvida sobre o cadastro para solicitar o benefício, mas com este vídeo fica fácil.

Auxílio de R$ 600: ministro explica se há necessidade de correr às lotéricas ou CEF

Milhões de brasileiros estão ansiosos para começarem a receber o auxílio emergencial.

Após cortes em Fina Estampa, Aguinaldo Silva diz que novela fica melhor: ‘mais intensa’

A história de Griselda (Lilia Cabral) será adiantada em Fina Estampa, fazendo com que a trama termine mais rápido.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

Há pouco mais de um mês na Itália, quando ainda eram 17 mortos, o governo italiano se mostrou preocupado com a economia do país e focado nisso mudou a estratégia, achando que o novo coronavírus não seria capaz de causar um estrago tão grande.

Nesta época a Itália tinha 650 casos confirmados, sendo que a maioria era em Vêneto e na Lombardia, os principais motores econômicos do país, então o primeiro ministro Giuseppe Conte reclamou das medidas de fechar escolas, alegando que isto levaria o país ao caos.

Publicidade

Dias depois, o comércio na Lombardia que havia sido fechado, foi reaberto, então as mortes começaram a subir exponencialmente. Foi aí que o primeiro ministro acordou para o problema e mudou a estratégia, decretando quarentena, só que já era tarde.

Publicidade

A Itália é hoje o epicentro da pandemia na Europa e não está conseguindo conter o avanço da doença pelo país. São milhares de mortos, superando até mesmo a China, onde tudo começou. Nos últimos dias caiu um pouco o aumento de mortes causadas pelo novo coronavírus, mas elas continuam acontecendo, são centenas todos os dias e a população não sabe quando este pesadelo terá fim.

Publicidade

O governo italiano, vendo que não dá para colocar a economia acima da população, vem usando métodos cada vez mais restritivos para tentar manter as pessoas dentro de casa. Até drones são usados no monitoramento das pessoas em todo país.

“Muitos jovens estão infectados, não têm sintoma, pensam que estão bem e continuam a infectar outras pessoas, tornando-se um perigo para a faixa de risco. Por isso é importante respeitar a quarentena”, disse um médico especializado em doenças infecciosas ao jornal Extra.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro já se mostrou a favor do fim da quarentena, mas muitos políticos, autoridades e especialistas alegam que se isto acontecer, o país irá ao fundo do poço.