in

‘A sensação é de morrer afogado no seco’, diz brasileiro internado com a Covid-19

G1
Publicidade

Muita gente não teme o coronavírus, por não estar no grupo de risco da doença ou ter uma vida saudável. No entanto, pessoas de todas as idades e até atletas já manifestaram não apenas terem contraído a Covid-19, como também estão passando momentos difíceis. O cearense Raymundo Rebouças, de 44 anos, deu uma entrevista ao telejornal local da TV Globo, para falar sobre os sintomas da enfermidade.

Raymundo esteve em um hospital na semana passada, na sexta-feira, 20 de março. Já naquele dia, médicos acharam importante que ele fosse internado. Dois dias depois, veio o resultado que o assustou: o cearense estava com o coronavírus. Até então, os sintomas da doença eram de uma possível gripe. 

Raymundo disse que teve febre por alguns dias e que foi ao hospital na quinta-feira, onde foi diagnosticado com pneumonia. Na sexta-feira, ao retornar ao hospital, os médicos decidiram que ele deveria ficar no local. Até o momento, o paciente não tem previsão de alta. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O paciente contou que o coronavírus deixa a pessoa sem ar e que isso vai dando uma sensação de desespero, pois você tenta, mas não consegue respirar normalmente. “A sensação é de morrer afogado no seco. Você puxa o ar e não vem”, lamentou ele, na entrevista dada à Globo.  

O coronavírus já infectou mais de meio milhão de pessoas por todo o planeta. O número de mortes já ultrapassa os 22 mil, o que dá uma margem de 4% de letalidade da doença pelo mundo. No Brasil, já são mais de 2.600 casos. Ao todo, são 63 mortes confirmadas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.