Enfermeira tira a própria vida ao contrair o novo coronavírus, para não contagiar ninguém

Leia também

Após cortes em Fina Estampa, Aguinaldo Silva diz que novela fica melhor: ‘mais intensa’

A história de Griselda (Lilia Cabral) será adiantada em Fina Estampa, fazendo com que a trama termine mais rápido.

Mulher é dada como morta, mas após a cremação descobrem que ela estava viva

A jovem, de apenas 24 anos, era estudante e seu caso surpreendeu a muitos.

Mel Maia é criticada por vídeo ousado e dá resposta avassaladora

Mel Maia rebateu um seguidor em seu perfil no Twitter, que fez uma comparação com MC Melody.

Menina suja de sangue bate na porta de desconhecido e revela: ‘meus pais estão mortos’

A criança precisou passar por grandes barreiras até conseguir a ajuda que precisava.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

Na Itália, uma enfermeira tirou a própria vida depois que testou positivo para o novo coronavírus, lembrando que este país vem liderando as estatísticas em números de mortes em decorrência da covid-19.

A Federação de Enfermagem da Itália informou que Daniela Trezzi tinha 34 anos de idade e, com medo de contaminar outras pessoas, tomou esta atitude drástica.

Publicidade

Daniela é uma das enfermeiras que trabalhava na linha de frente na unidade de terapia intensiva de um grande hospital na Lombardia, que é a região na Itália com maior número de infectados.

Publicidade

A Federação Nacional de Enfermagem revelou que a profissional de saúde estava trabalhando sobre grande estresse porque é alto o número de vítimas e todo dia outras pessoas são infectadas. O estado emocional dela ficou ainda pior quando foi diagnosticada com o covid-19.

Publicidade

A entidade divulgou uma nota lamentando o ocorrido: “Expressamos nossa dor e consternação pelo suicídio de nossa jovem colega. Nossos 450 mil profissionais se unirão em torno dos parentes e da família de Daniela. Ela vivia estresse muito forte por medo de ter infectado outras pessoa“.

A enfermeira foi diagnosticada com o novo coronavírus no dia 10 deste fez e precisou ficar em casa de quarentena, mas a residência dela não tinha nenhuma vigilância. A polícia agora está investigando o caso, mas a imprensa italiana informou que Daniela tinha problemas cardiovasculares, o que agravou ainda mais o problema.

A Itália já ultrapassou a China em números de mortes, que não param de subir a cada dia.