Idoso ignora coronavírus e sai para ‘brincar’ de carrinho de rolimã em Minas Gerais

Leia também

Empresa de Luciano Huck dispensa mais de 400 funcionários pelo WhatsApp

Luciano Huck é criticado por forma como startup ligada a ele fez dispensa de funcionários.

Famoso cantor brasileiro fica em estado grave por Covid-19 e tudo é mantido em segredo

A crise afetou o famoso sambista, que compartilhou nas redes sociais o momento que viveu.

Novela americana usa truque para não ser suspensa em meio a Covid-19

O ator Roger Howarth é o personagem central na novela General Hospital, a mais antiga dos Estados Unidos.

Nem pandemia impediu Sheila de fazer aniversário da filha; detalhe fofo chama atenção

Shiela Mello fez aniversário de 7 anos da filha e chamou ex-marido para comemoração.
Fernando B
As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.
Publicidade

A pandemia de coronavírus tem mudado a forma como as pessoas estão agindo em seu dia a dia. A principal recomendação das autoridades, que ainda tentam entender como a doença funciona, é para que quem puder fique em casa. No caso das pessoas idosas, essa recomendação é ainda mais expressa, já que as pessoas com mais idade ou doenças estão no chamado grupo de risco.

Um idoso, no entanto, parece não ter qualquer medo de contrair o coronavírus. Ele foi flagrado na cidade de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. O idoso foi filmado por uma moradora, que disse ao G1 que o homem teria feito o percurso na rua, usando um carrinho de rolimã, diversas vezes. Ele subia e descia a rua sem se preocupar com uma possível infecção por COVID-19.

Publicidade

A recomendação das autoridades é que idosos somente saiam de casa em casos de extrema necessidade. De acordo com informações do G1, as imagens teriam sido feitas no domingo, 22 de março.

“Eu estava com um amigo ao telefone, quando ouvi um barulho muito alto vindo da rua e achei que eram adolescentes descendo de skate pela Olegário Maciel. Mas quando foi pela terceira vez, o barulho foi ficando mais alto e fui pra janela, quando vi o senhor andando de carrinho de rolimã”, disse a vizinha que falou sobre a situação em entrevista ao G1. 

Publicidade

Muita gente defendeu a brincadeira do idoso, em tempos onde sair de casa virou um gesto polêmico. “E mais fácil ele se contaminar com a família, do que sozinho brincando de carrinho de rolimã, o único perigo que ele corre aí e ser atropelado”, disse um dos internautas ao comentar o assunto.

Publicidade