in

Saiba quem escreveu o discurso de Bolsonaro com os termos ‘gripezinha’ e ‘resfriadinho’

Reprodução: Globo
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro causou polêmica ao fazer pronunciamento em rede de rádio e TV na noite desta terça-feira (24). O chefe do Executivo usou termos considerados polêmicos, passou informações imprecisas e está sendo criticado até mesmo por aliados.

Em pronunciamento de quatro minutos, Bolsonaro criticou e elogiou a imprensa, elogiou os profissionais da saúde, mas foi na contramão de todo o mundo, inclusive, de seu ministro da saúde, Henrique Mandetta, ao falar em voltar à normalidade.

“O vírus chegou. Está sendo enfrentado por nós e, brevemente, passará. Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, os sustentos das famílias devem ser preservados. Devemos, sim, voltar a normalidade. Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transporte, o fechamento de comércio e o confinamento em massa”, afirmou o presidente, que se referiu ao coronavírus como “gripezinha” e “resfriadinho”.

Publicidade

O discurso de Bolsonaro, de acordo com informações do Estadão, teria sido preparado com a presença de poucas pessoas. O vereador Carlos Bolsonaro, filho de Jair, teria participado da confecção do discurso. Além dele, teriam participado assessores mais próximos de Bolsonaro, responsáveis pelas redes sociais do presidente.

Publicidade

À CNN Brasil, Bolsonaro teria afirmado que ele mesmo escreveu o pronunciamento, sem a ajuda de ninguém. O que se tem certeza é que o discurso do presidente viralizou e gerou uma onda de críticas em meio à pandemia de coronavírus. 

O mundo está contabilizando os mortos devido ao vírus que se disseminou a partir da China e chegou a vários países do mundo. Na Itália, principal foco da contaminação no momento, mais de seis mil pessoas já morreram. 

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br