Filho é o único presente no velório da mãe, morta pelo coronavírus, e faz o enterro sozinho

Leia também

Aplicativo da CEF para solicitar auxílio de R$ 600 apresenta problema e não finaliza o cadastro

Pessoas de todo país estão relatando dificuldade para efetuar o cadastro após baixar o aplicativo.

Vídeo mostra o passo a passo para se cadastrar e solicitar o auxílio emergencial de R$ 600

Muitas pessoas ainda estão em dúvida sobre o cadastro para solicitar o benefício, mas com este vídeo fica fácil.

Auxílio de R$ 600: ministro explica se há necessidade de correr às lotéricas ou CEF

Milhões de brasileiros estão ansiosos para começarem a receber o auxílio emergencial.

Após cortes em Fina Estampa, Aguinaldo Silva diz que novela fica melhor: ‘mais intensa’

A história de Griselda (Lilia Cabral) será adiantada em Fina Estampa, fazendo com que a trama termine mais rápido.
Henrique
Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.
Publicidade

O empresário Christiano Bandeira de Mello foi o único familiar presente no sepultamento da mãe Mirna Bandeira de Mello. A empresária de 71 anos morreu na última segunda-feira (23) no Rio de Janeiro. Ela foi diagnosticada com o novo coronavírus, e apresentou sintomas graves decorrentes da Covid-19. Por causa dos problemas respiratórios generalizados, acabou não resistindo.

Em entrevista ao site da Época, o filho declara que em condições normais haveria uma verdadeira multidão no velório da idosa, uma pessoa muito querida em sua comunidade. Todavia, a quarentena generalizada por causa do novo coronavírus afastou todos os entes queridos, sendo ele o responsável pela árdua missão de sepultar a própria mãe.

Publicidade

O pai também foi diagnosticado com o agente infeccioso. Seu estado clínico não é tão grave, mas o idoso precisa se manter totalmente isolado dentro de casa, para impedir a proliferação do agente infeccioso.

Publicidade

A família ainda não conseguiu apontar com precisão de onde possa ter surgido o contágio pelo coronavírus. Duas hipóteses estão sendo apontadas. O casal participou recentemente de um casamento, sendo que dias depois vários convidados foram diagnosticados com a Covid-19. Além disso, os idosos fizeram duas viagens internacionais há poucos dias, indo para o Uruguai e Paris, na França.

Publicidade

“Minha mãe fumava, tinha sobrepeso. Ela começou a perceber com a tosse e a falta de ar. Essa doença é assim. Quem não está numa condição de saúde boa corre risco, sim. Não pode banalizar”, relatou o filho da vítima ainda na entrevista ao referido portal.