Os impactos do discurso de Bolsonaro e a relação com os Estados Unidos

Leia também

Jair Bolsonaro sanciona lei de auxílio de R$ 600,00; veja os detalhes

A informação foi repassada através das redes sociais na noite desta quarta-feira.

Facebook censura Sikêra Junior, mas rede social sofre duro castigo

Sikêra Junior atacou retirada de página do ar e, horas depois, tudo já estava normalizado.

Mulher escreve carta a nova esposa de seu ex e o que diz impressiona a todos

A carta rapidamente repercutiu entre os internautas nas redes sociais pelo mundo.

Record toma triste decisão e tudo acaba mal para Sabrina Sato

A emissora analisou o fracasso na audiência do programa, desde que era apresentado por Geraldo Luís.
Tatiane Braz
Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.
Publicidade

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil solicitou a todos os norte-americanos que residem ou que estão no Brasil a passeio que retorne imediatamente para seu país de origem, os Estados Unidos da América.  Foi pedido que o retorno seja o mais rápido possível. A embaixada ainda disponibilizou em seu texto todos os vôos disponíveis para o país. Assim, fica mais fácil ver um vôo que se adeque às necessidades.

Embaixada pede aos americanos que saiam do Brasil

Surpreendentemente, essa solicitação foi feita exatamente 2 horas depois do pronunciamento que o atual Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, fez a respeito do coronavírus. Em suas palavras o presidente colocou em xeque tudo aquilo que os profissionais da saúde, os cientistas e o Ministério da Saúde haviam estabelecido para que o coronavírus fosse controlado.

Publicidade

Ele destacou que o índice de mortalidade da doença não é alta e que apenas os idosos podem morrer em virtude do vírus, além disso, o presidente apontou que na Itália só ocorreram muitas mortes porque a população é em sua maioria idosa. Bolsonaro ainda disse que se ele pegasse a doença não teria nada além de uma gripe por causa de seus anos como atleta.

Discurso de Bolsonaro foi feito duas horas antes

Para completar seu discurso, o presidente ordenou que as estradas e escolas fossem abertas e que todos voltassem a ter a rotina normalmente, para que a economia do Brasil pudesse girar, pois não há motivo para pavor. 

Publicidade

O pavor generalizado, segundo ele, é culpa da imprensa que disseminou notícias de outros países para assustar o povo brasileiro. Bolsonaro ressaltou que não há nada a temer e que a vida deve seguir normalmente.

O decreto da embaixada americana no Brasil ordena a saída de todos os norte americanos do país e que retornem para casa o mais rápido possível.

Publicidade