in

Bolsonaro teria recebido relatório da ABIN, que fala em 5,571 de mortes por coronavírus em dias

UOL
Publicidade

A Agência Brasileira de Inteligência, a Abin, tem feito cálculos para tentar entender qual vai ser a gravidade do coronavírus no Brasil até o dia 6 de abril. A informação foi dada pelo site Intercept, que garante que o presidente brasileiro teria recebido esse relatório no dia 23 de março, um dia antes do polêmico pronunciamento na TV sobre o coronavírus. 

O relatório diz que, no pior caso, a doença terá até esta data cerca de 207 mil casos de pessoas infectadas em todo o país. Essa quantia é praticamente metade do que foi registrado em todo o planeta até lo momento. Já sobre as mortes, no pior cenário, a Abin falaria em 5.571 mortes dentro de 12 dias. A quantia representa 25% do total de mortos, até o momento, em todo o planeta. 

O cenário tem levado em conta como a doença se desenvolver em países como a China e a Itália. O último tem déficit grande de UTIs e uma população bastante idosa. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em um cenário menos pessimista, levando em conta a realidade do Brasil, o clima e a idade média da população, os números seriam outros. Ao todo, seriam pouco mais de 71 mil casos da doença em todo o país até o dia 6 de abril. Já o número de mortes, nesse caso, chegaria a mais de dois mil no Brasil.

No mundo, já são quase 20 mil casos de coronavírus. Os casos contaminado são mais de 400 mil em todo o planeta. No Brasil, são mais de dois mil infectados e 47 mortes confirmadas. Lembrando que a pandemia do coronavírus, para muitos especialistas, é a maior tragédia no planeta desde a segunda guerra mundial.  

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.