Auxílio mensal de R$ 300 para o brasileiro enfrentar a crise: projeto quer ‘salvar’ o país

Leia também

Bruno Gagliasso exibe o pré-natal de Giovanna Ewbank no isolamento

O ator Bruno Gagliasso mostra a rotina de Giovanna Ewbank para exames durante gravidez.

BBB20: Ivy argumenta sobre questões raciais e diz que não é racista: ‘Adoro tomar sol’

Em conversa com Flayslane, sister expôs seu ponto de vista e acabou gerando polêmica.

Mãe relata drama de ficar com filho de 7 meses contaminado por coronavírus em casa

Mulher aproveitou para contar um pouco sobre a importância da quarentena e faz desabafo.

Programas de Datena e Sikêra Jr. anunciam 123 Importados, empresa com fortes indícios de fraude

123 Importados é confiável? Cinco indícios apontam que tudo não passa de um grande golpe!
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

As autoridades pediram e os brasileiros estão atendendo ao pedido para ficar em casa e sair apenas quando for realmente necessário. Essa atitude ajuda a reduzir o contágio pelo novo coronavírus, só que a economia do país está parando e a cada dia o problema só aumento.

Há um projeto chamado Renda Básica que Queremos, que pleteia uma ajuda mensal no valor de R$ 300 pelo período de seis meses para tentar amenizar a crise econômica no Brasil. O projeto também prevê ajudar aqueles que estão fora do mercado de trabalho, sendo pago até mesmo a crianças e idosos, por exemplo, se em uma casa há 5 pessoas, o valor total pago a eles seria de R$ 1,5.

Publicidade

Esse projeto agora está em fase de coleta de apoio e espera atingir até 77 milhões de brasileiros, ou seja, mais de um terço da população.

Publicidade

Leandro Teodoro, presidente da Rede Brasileira de Renda Básica, alega que não interessa se a pessoa está ou não empregada, se é formal ou informal, o importante é que todos recebam esta ajuda para que possam sofrer menos com esta pandemia causada pelo novo coronavírus.

Publicidade

Pedir que o Estado garanta R$ 300 por pessoa pobre no Brasil, e nós estamos falando de quase 80 milhões de pessoas, é o básico“, disse Douglas Belchior, que é integrante da Coalizão Negra por Direitos.

O Brasil ocupa hoje a 7ª posição entre os países mais desiguais do mundo, de acordo com um relatório divulgado o ano passado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

Essa proposta quer o pagamento de R$ 300 reais por seis meses, mas podendo ser prorrogado dependendo das consequências desta pandemia. Vale lembrar que na noite de ontem, Bolsonaro defendeu a volta ao trabalho para que o Brasil não pare.