in

‘O que os EUA sabem que nós não sabemos?’: norte-americanos devem deixar o Brasil

AtomicAgro
Publicidade

Na noite desta última terça-feira (24), a embaixada dos Estados Unidos no Brasil recomendou a todos norte-americanos que voltem imediatamente ao país, mas sem revelar o motivo, o que deixou muitos brasileiros preocupados.

A mensagem da embaixada avisou que os voos comerciais entre Brasil e Estados Unidos irá reduzir nos próximos dias, uma vez que a ‘situação de viagem está mudando muito rapidamente’.

Uma outra nota divulgada pela embaixada avisa que os cidadãos dos Estados Unidos que estão no Brasil devem voltar ao seu país imediatamente a não ser que ‘estejam preparados para permanecer no exterior por um período indeterminado’.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, esta recomendação já havia sido feita também pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos por causa da transmissão generalizada do novo coronavírus.

Este alerta feito pela embaixada dos Estados Unidos do Brasil foi feito pouco depois do pronunciamento de Jair Bolsonaro, onde o presidente disse que há uma histeria em torno da pandemia e que as pessoas não deveriam continuar em casa, a não ser os idosos.

Nas redes sociais muitos internautas se mostraram desconfiados deste pronunciamento feito pela embaixada norte-americana e um questionou: “O que será que a embaixada dos EUA sabe e nós não sabemos? “.

Uma jornalista deixou a seguinte mensagem em uma postagem no Twitter: “Parece que não veem como uma gripezinha“.

O pronunciamento de Jair Bolsonaro na noite desta última terça-feira (25), foi duramente criticado e o presidente foi detonado na web.

Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]