Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michele, podem estar com o novo coronavírus

Leia também

Carlinhos prevê novas tragédias; vidente Mestre José vê queda de Bolsonaro e revela novo presidente

Os dois videntes apareceram em um vídeo no YouTube e surpreenderam com previsões trágicas para o Brasil

Tiago Nunes fora? Saiba o que ainda o mantém no Corinthians em meio a crise

Treinador teria desagradado a diretoria com declarações dadas em entrevista na TV.

Pepê é zoado por causa do Big Brother Brasil e parte pra discussão contra torcedor

O jogador do Grêmio fez campanha pela permanência de Felipe Prior no BBB20, prometendo até o sorteio de uma camisa autografada.

Santos abre conversas por Robinho e depende apenas de um acerto para a contratação

O Peixe não esconde o desejo de repatriar o brasileiro, mas há pendências a serem resolvidas para o sucesso do negócio.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

De acordo com o Correio Braziliense, alguns integrantes do Palácio do Planalto já admitem que os dois nomes de pacientes que testaram positivo para a Covid-19 e que foram sonegados à Justiça pelo Hospital das Forças Armadas devem ser do presidente Jair Bolsonaro e, da primeira-dama, Michele.

Segundo uma reportagem da jornalista Rosana Hessel, as testemunhas alegam que o Hospital das Forças Armadas não teria divulgado a lista completa com os nomes dos contaminados e que isto já virou burburinho inclusive dentro do Planalto.

Publicidade

A ordem seria para não passar nenhuma informação sobre os exames que Bolsonaro tem feito e nem da primeira-dama porque isto seria uma ‘questão de segurança nacional’, só que tal atitude estaria causando grande incômodo porque o Palácio acabou se tornando um foco de contaminação pelo novo coronavírus.

Um dos motoristas do presidente foi o mais recente caso de contaminado, ele foi levado para um hospital de Brasília após ter problemas respiratórios e apresentar sintomas da Covid-19.

Publicidade

Porém, em relação ao HFA, foram sonegados nomes à Secretaria de Saúde do Distrito Federal, mesmo depois que a Justiça determinou que a lista completa fosse repassada. É que 17 pessoas foram submetidas aos testes e 15 foram confirmadas com a Covid-19, mas somente 13 nomes foram revelados até agora.

Um ofício enviado à Justiça, o hospital alegou que não revelou os dois nomes para ‘evitar a exposição dos pacientes e em virtude do direito constitucional de proteção à intimidade’.

Os jornalistas continuam insistindo para ter acesso aos resultados dos exames do presidente, mas até os dados públicos por meio da Lei de Acesso à informação já foram restringidos.

Publicidade