Com sangue nos olhos, Jadson fala sobre momento do Corinthians: ‘prepotência’

Leia também

10 provas de que Renata Fan é uma das apresentadoras mais lindas e exuberantes do mundo

A apresentadora esportiva é um dos grandes destaques na emissora Bandeirantes.

Número de bebês abandonados aumenta durante a pandemia e causa dor moral

Nas últimas semanas aumentou o número de bebês abandonados e situação é explicada.

Pai de Fernando Rocha é vítima do novo coronavírus; apresentador desabafa

O apresentador que já foi da TV Globo desabafou após seu pai e seu filho serem infectados pelo novo coronavírus.

Tatá Werneck se cansa de julgamentos e explica por que não publica mais fotos da filha

Tatá Werneck explica os motivos de ter dado uma pausa nas publicações de Clara Maria.
Diogo Marcondes
Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.
Publicidade

Jadson marcou seu nome na história do Corinthians. Somando as duas passagens, o meio-campista jogou por cinco anos no Timão e conquistou cinco títulos neste período. Por este motivo, os torcedores alvinegros gostam do camisa 10 e ele também gosta da torcida e do Corinthians.

No ano passado, Jadson teve um ano ruim, sofreu com lesões e ficou a maior do tempo indisponível. No fim do ano passado, o Corinthians anunciou a contratação do treinador Tiago Nunes. Ele começou a trabalhar no começo deste ano e mudou algumas coisas na equipe.

Publicidade

Jadson, por exemplo, foi dispensado. O meio-campista não vinha bem e não teve uma segunda chance neste ano. Tiago Nunes queria um Corinthians mais agressivo, que pressionasse os adversários no campo de ataque e o meia não estaria nos planos. Além de Jadson, Ralf também saiu.

Publicidade

Nesta terça-feira (24), Jadson concedeu entrevista ao programa Fox Sports Rádio e falou tudo o que pensa. Primeiro, o jogador afirmou que não ficou chateado com a saída do Corinthians, mas acha que merecia um voto de confiança. Jadson disse também que saiu da equipe de cabeça erguida.

Publicidade

Ao falar do atual momento do Corinthians, ele subiu o tom e criticou. Sem citar o nome, comentário pareceu ser sobre o treinador Tiago Nunes. “A gente colhe o que planta. Passamos por uma situação, como o Corinthians vem passando. Não classificou na Libertadores e não está bem no Paulista. Às vezes a pessoa tem uma prepotência e acaba acontecendo isso”, afirmou.

Jadson disse ainda que está com “sangue nos olhos” para mostrar seu talento e capacidade em uma próxima equipe. “É questão de um clube apostar, como o Tiago Nunes não apostou”, afirmou o jogador.