A verdade sobre o cadastramento para receber auxílio cidadão no valor de R$ 200

Leia também

Mãe de quadrigêmeos ‘milagrosos’, vereadora morre vítima do novo coronavírus

A vereadora de 39 anos morreu vítima do novo coronavírus na última segunda-feira (6).

BBB20: confira o cronograma da reta final do reality show

Big Brother Brasil 20 termina no dia 23 de abril, uma quinta-feira, e um participante ficará milionário.

Jael projeta retorno ao Grêmio e surpreende com declaração

Ex-atacante do Tricolor fez live com seguidores nas redes sociais e falou sobre o Tricolor.

Presidente do Flamengo surpreende com anúncio de data para retorno aos treinos

Rodoldo Landim surpreende ao cravar data para o Rubro-negro voltar aos treinos.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

Nos últimos dias começou a circular nas redes sociais e também em grupos no WhatsApp uma mensagem informando sobre um site onde os trabalhadores autônomos e também pessoas de baixa renda poderiam se cadastrar e receber uma ajuda mensal no valor de R$ 200.

Esta seria uma ajuda dada pelo governo devido ao avanço da pandemia causada pelo novo coronavírus, já que milhões de pessoas por todo o Brasil precisam ficar em casa e não estão conseguindo sair para trabalhar.

Publicidade

Só que este suposto cadastramento para receber auxílio cidadão é fake. O Ministério da Cidadania já se pronunciou a respeito e vem advertindo a todos que esta mensagem é falsa e que ninguém deve acessar o site, muito menos informar os dados pessoais que são solicitados. O site não é do governo federal e ninguém receberá R$ 200 mensais.

Publicidade

Vale ressaltar que realmente existe um projeto e lei, que caso seja aprovado, dará uma ajuda de R$ 200 reais por três meses aos trabalhadores informais, às pessoas desempregadas e também aos microempreendedores individuais que fazem parte de famílias de baixa renda.

Publicidade

Só que este projeto de lei ainda não foi aprovado e está dependendo da aprovação do Congresso Nacional. Esta medida poderá beneficiar até 20 milhões de brasileiros, injetando cerca de R$ 5 bilhões todo mês na economia, só que não está em vigor ainda e nem tem prazo de quando o Congresso analisará este projeto.

O governo federal vem tomando medidas para tentar proteger o emprego e ajudar pessoas de baixa renda, mas as propostas estão sendo enviadas ao Congresso Nacional para que deputados e senadores possam apreciar e tomar uma decisão.