in

A real dimensão do coronavírus no mundo até agora

Roslan Rahman / AFP
Publicidade

No último domingo (22), às 16 horas, fontes oficiais revelaram o número total de mortes desde o começo da pandemia que espalhou a partir da China. Os dados foram reunidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) utilizando fontes oficiais de cada país e coletados pela AFP.

Os números são preocupantes, com 14 mil e 582 óbitos e quase 400 mil casos relatados de contágio em 171 países desde que o vírus surgiu em dezembro do ano passado. Vale lembrar também que os números podem ser ainda maiores, já que muitos países ainda não têm condições ou não começaram a testar a população em massa.

Pegando apenas um prazo de 24 horas entre o último sábado e domingo, a Itália foi a que mais sofreu, registrando 651 mortes, seguida de Espanha com 394 e o Irã, que confirmou 129 óbitos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Um dos piores casos ainda acontece na China, que possui um total de 81.054 infectados. A boa notícia é que rapidez e eficiência da contenção rendeu um número impressionante de pessoas recuperadas: São 72.244 casos. O número de óbitos nas últimas 24 horas também caiu para apenas 6 casos.

Na Europa, além da Itália e da Espanha, França e Alemanha também possuem uma alta taxa de contágio. Já nos Estados Unidos, até agora são 38.757 infectados e 400 mortos.

Muitos países também começaram a confirmar as primeiras mortes, como a Colômbia, Afeganistão, Chipre, Chile, Romênia Gana e República Democrática do Congo.

A maior preocupação no Brasil é que as medidas mais firmes estão sendo tomadas apenas agora pelos governantes e ainda não há previsão de como toda a população que necessita será testada para o vírus, o que pode aumentar o número de casos nas próximas semanas.

Publicidade
Publicidade
Beka Assis

Escrito por Beka Assis

Redatora e curiosa, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.