Porque você não deve utilizar hidroxicloroquina sem receita médica

Leia também

Fim do confinamento em Wuhan, primeiro epicentro do novo coronavírus

Moradores poderão sair da cidade, mas precisam levar um smartphone com um aplicativo que tem informações sobre a saúde deles.

Aos 8 anos, Davi Lucca, filho de Neymar tem doença séria revelada

Carol Dantas, ex de Neymar, revelou como tem sido a mudança na rotina de Davi Lucca.

Vidente Carlinhos revela a verdadeira razão de possível queda de Bolsonaro na presidência

Em novo vídeo, o vidente Carlinhos comenta sobre a queda de Jair Bolsonaro na presidência.

Esta foto parece normal, mas quando você notar o erro vai ficar arrepiado

A divulgação da fotografia rapidamente se tornou um desafio nas redes sociais.
Beka Assis
Redatora e curiosa, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.
Publicidade

No último domingo (22), o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, reforçou o pedido
para que os brasileiros não corram para as farmácias em busca de medicamentos como a hidroxicloroquina e cloroquina para a prevenção do coronavírus. 

Esses dois medicamentos são usados fundamental para o tratamento de doenças como malária e lúpus e em algumas farmácias ele já não pode ser encontrado, o que fez o governo determinar que a partir de agora eles só podem ser vendidos mediante a apresentação de receita médica.

Publicidade

O ministério também alertou sobre o perigo da automedicação, já que não há indícios de que esses remédios sejam preventivos. Eles estão sim sendo testados em alguns pacientes, mas eles já estão infectados. Infelizmente, ainda faltam resultados e estudos mais efetivos, mesmo caso com vários outros remédios que estão sendo testados por laboratórios no mundo inteiro.

Publicidade

Apesar disso, no sábado (21), o presidente Jair Bolsonaro deixou claro que hospitais do Exército vão intensificar a fabricação do medicamento.

Publicidade

Mandetta também aproveitou para falar sobre a utilização e cuidados do álcool 70%, que é altamente inflamável e deve ser utilizado somente para a higienização e sempre mantido longe das crianças.

Em casa, alertou ele, a melhor opção é utilizar sempre água, sabão e higienizar bem as mãos. Isso ajuda no racionamento de álcool gel, que deve ser utilizado caso você realmente precise sair de casa.

O governo continua impondo medidas importantes para evitar que o vírus continue se espalhando, o que pode sobrecarregar o sistema de saúde que não possuem respiradouros suficientes para um momento de crise.