in

Tragédia anunciada: moradores de rua não têm como ir para casa e coronavírus avança

Band
Publicidade

A pandemia do coronavírus continua avançando pelo Brasil e as autoridades pedem que todos fiquem em casa, o problema é que em todo país há milhares de moradores de ruas e estas pessoas estão expostas à doença que vem assombrando o mundo.

Estima-se que hoje 120 mil famílias morem nas ruas de todo Brasil, são pessoas que ficam perambulando de um lado para o outro sem destino certo e agora com o novo coronavírus a única coisa que elas podem fazer é torcer para que não sejam infectadas.

Os moradores de rua não têm casa para se protegerem, não têm televisão e nem internet para se informarem, não tem nem o que comer direito para manter o sistema imunológico em alta. Álcool em gel para eles é artigo de luxo, pois não têm nem mesmo onde se lavarem e não há planos para tirar essas pessoas das ruas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A quantidade de famílias morando nas ruas aumentou muito nos últimos anos e a situação pode piorar ainda mais. Com boa parte do comércio tendo que ficar fechado devido ao novo coronavírus, em breve poderá ter início uma onda de desemprego no Brasil, são pessoas que não terão mais como pagar o aluguel e encontrarão nas ruas a última alternativa.

Muitas capitais brasileiras, como Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, entre outras, não têm abrigos suficientes para os moradores de rua. Alguns conseguem um lugar para passar a noite, fazer uma refeição, mas a maioria fica do lado de fora.

Em São Paulo são dezenas de milhares de pessoas morando na rua. O coronavírus segue contaminando as pessoas e não adianta as autoridades pedirem para a população ficar em casa porque muitos moram é nas ruas.

Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]