Desesperados, moradores de favelas no Rio temem chegada do coronavírus em meio ao caos

Leia também

Paulinho Gogó está fora de A Praça é Nossa: ‘Nunca chorei tanto na vida’

Humorista Paulinho Gogó confirmou que não é mais contratado da emissora de Silvio Santos.

Fim do confinamento em Wuhan, primeiro epicentro do novo coronavírus

Moradores poderão sair da cidade, mas precisam levar um smartphone com um aplicativo que tem informações sobre a saúde deles.

Aos 8 anos, Davi Lucca, filho de Neymar tem doença séria revelada

Carol Dantas, ex de Neymar, revelou como tem sido a mudança na rotina de Davi Lucca.

Vidente Carlinhos revela a verdadeira razão de possível queda de Bolsonaro na presidência

Em novo vídeo, o vidente Carlinhos comenta sobre a queda de Jair Bolsonaro na presidência.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

As autoridades brasileiras estão pedindo que toda população lave muito bem as mãos, com água e sabão, porque esta é uma das melhores formas de evitar o contágio. É preciso lavar as mãos várias vezes no decorrer do dia, um método que para muitos é algo bem simples, mas para os moradores das favelas no Rio de Janeiro é algo complicado pois muitas destas comunidades não contam com o abastecimento regular de água.

Muitas famílias precisam andar muito para conseguir alguns baldes de água e tomam banham agachados em uma bacia porque é preciso economizar cada gota. Esta água na bacia depois servirá para dar descarga, mas a roupa suja fica esperando uma solução.

Publicidade

É neste cenário que milhares de pessoas aguardam a chegada do coronavírus e ficam sem saber como poderão se defender, já que não contam nem com o básico para viverem. A falta de água e a aglomeração é tudo que o novo coronavírus precisa para se reproduzir, ou seja, ela vai se dar muito bem nas favelas se algo não for feito urgentemente.

Publicidade

Muitos moradores nas favelas já estão apavorados porque sabem de pessoas que estão tossindo, com febre e como todos moram colados um no outro, nem adianta muito ficar trancado dentro de casa. Alguns vão aos postos de saúde, mas estes locais não contam com testes para o novo coronavírus então a pessoa volta para a casa pequena, onde mora com a família e fica imaginando se os demais estão sendo infectados.

Publicidade

Especialistas afirmam que a pandemia no Brasil está começando e quem olha para as favelas no Rio de Janeiro entende muito bem o que isto quer dizer.