in

Feliciano quer corte de 50% dos parlamentares e fundo partidário para combater coronavírus

O Buxixo Gospel
Publicidade

A pandemia de coronavírus já fez cerca de treze mil mortes em todo o mundo. No Brasil, os números da Covid-19 chegam a 18, enquanto mais de mil pessoas estão infectadas. Por conta disso, aumenta a necessidade de ajuda para o povo brasileiro, especialmente na área da saúde. 

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores e mais complexos do planeta. Contudo, como afirmam os especialistas, nenhum sistema de saúde do mundo está preparado para absorver tantos pacientes. Por conta disso, além do isolamento e de lavar as mãos, é necessário dinheiro. 

Macas, respiradores, máscaras e até álcool em gel custam caro, principalmente quando se fala em compra em escala nacional. Pensando nisso, o deputado federal, Marco Feliciano, propôs o corte dos salários dos parlamentares brasileiros em 50% nos próximos seis meses. Para isso, ele formulará um projeto de lei sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A quantia chegaria a incríveis R$ 60 milhões, que poderiam ser investidos no cuidado com os pacientes que sofrem do coronavírus do Brasil. “Em solidariedade ao povo brasileiro e como forma de bom exemplo, protocolarei projeto de lei para reduzir pela metade os salários de deputados e senadores durante os próximos 6 meses”, disse o deputado federal, que ainda precisa do apoio de outros parlamentares para que o projeto seja aprovado. 

Marco Feliciano quer ainda que 100% do fundo partidário seja revertido para conter a crise. Nesse caso, seriam mais R$ 2 bilhões investidos nos cuidados de prevenção à Covid-19. Muita gente elogiou as medidas. 

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.